Seu filho tem dificuldade para fazer amigos durante a pandemia? Veja 6 dicas de especialistas

·4 minuto de leitura
Como ajudar seu filho a fazer amizades durante a pandemia. Getty
Como ajudar seu filho a fazer amizades durante a pandemia. Getty

Com muitas famílias presas em casa durante a pandemia e muitas crianças em todo o país tendo aulas à distância, fica difícil fazer e manter amizades.

"Queremos ajudar nossos filhos a manter as amizades da maneira mais realista possível, o que é um desafio durante a pandemia", disse a psicóloga clínica Rebecca Kennedy ao Yahoo! .

Leia também

Se o seu filho – criança, pré-adolescente ou adolescente – diz que sente falta dos amigos, Rebecca diz: "Lembre-se de que não tem nada a ver com os pais, não é uma maneira de dizer que você não está fazendo o suficiente. Os relacionamentos com os colegas realmente preenchem uma lacuna diferente e muito importante".

Janine Domingues, psicóloga clínica do Child Mind Institute, concorda, dizendo ao Yahoo Vida e Estilo: "Somos criaturas sociais. A conexão, especialmente durante um período de alto estresse, como uma pandemia, é um fator de resiliência. A interação com outras pessoas é mais importante do que nunca".

Além da companhia e ter com quem conversar e se relacionar, as amizades também ajudam as crianças a aprender. "Interagir com outras pessoas nos ensina muitas habilidades, como resolver problemas e trabalhar em equipe", diz Janine.

"A conexão, principalmente durante um período de alto estresse como uma pandemia, é um fator de resiliência. A interação com outras pessoas é mais importante do que nunca."

Janine Domingues, psicóloga clínica do Child Mind Institute

Mas, antes de começar a planejar encontros e jogos virtuais para seus filhos, Rebecca diz que o primeiro passo é saber o que funciona melhor para eles. "Avalie se seu filho está realmente interessado em brincar pelo Zoom ou se para ele será um grande esforço. Ou se ele está realmente contente em brincar com um irmão ou estar em casa. Às vezes, somos nós, pais, que nos preocupamos mais com o que nossos filhos precisam", afirma Rebecca.

Se o seu filho quiser interagir com os amigos, aqui vão algumas dicas para que eles possam manter a socialização com segurança:

1. Planejar chamadas com os amigos

Com o FaceTime e o Zoom, as crianças podem ligar umas para as outras para colocar o papo em dia. No entanto, para crianças mais novas, pode ser difícil manter conversas com amigos on-line como as crianças mais velhas fazem. Por isso, aplicativos como o Facebook Messenger Kids, onde as crianças podem jogar juntas e usar filtros divertidos, ou o Houseparty, onde você pode jogar jogos de curiosidades on-line, Uno e muito mais, oferecem atividades que podem tornar mais divertido e menos complicado interagir com os amigos.

2. Planejar brincadeiras virtuais on-line

Se o seu filho e seus amigos estiverem interessados em jogar on-line, alguns jogos, inclusive os populares Roblox e Among Us, permitem que amigos entrem na mesma partida. Mas, antes de deixar uma criança participar de atividades on-line, conheça as opções de controle de pais e defina os limites de tempo de tela. "Se você permitir que seus filhos usem algo como o Roblox, onde há servidores públicos e acesso aberto, converse com eles antes para estabelecer regras gerais. É bom saber o que está acontecendo e que eles se sintam confortáveis em dizer se algo os incomodou ou perturbou no ambiente on-line", conta Rebecca.

Janine acrescenta: "Fique atento, verifique o que você pode controlar e chegue a um meio-termo para que eles possam fazer algo divertido e interativo".

3. Fazer um amigo por correspondência

Se o seu filho adora escrever cartas e quer fazer novos amigos, converse com ele sobre ter um amigo por correspondência de outro país. Várias organizações ajudam a reunir crianças do mundo todo através de cartas, como o Peaceful Pen Pals Project e International Pen Friends.

4. Assistir a shows e filmes juntos virtualmente

Seu filho e um amigo podem escolher um filme infantil para assistir ao mesmo tempo em suas respectivas casas enquanto conversam on-line. Ou eles podem usar o Teleparty, que sincroniza a reprodução de vídeo para que um grupo de amigos possa assistir a um filme ou programa de TV simultaneamente. Ele também adiciona bate-papo em grupo para Netflix, Disney, Hulu e HBO para que os amigos possam conversar durante o programa.

5. Inscrever-se em aulas on-line

Se o seu filho tem um hobby que adora, seja programação ou artesanato, tente inscrevê-lo em uma série de aulas on-line. É uma maneira fácil de conhecer virtualmente outras crianças da mesma idade que compartilham os mesmos interesses.

6. Buscar maneiras de encontrar-se pessoalmente com segurança

Janine diz que algum tipo de interação pessoal é importante para crianças pequenas, pré-adolescentes e adolescentes. "Há maneiras de interagir com segurança", diz ela, como brincar ao ar livre em uma praça ou em um parque usando máscaras ou andando de bicicleta juntos. "Os pré-adolescentes e adolescentes querem mais independência nesse tipo de atividade. Estabeleça canais de comunicação com os pais do amigo para ter certeza de que estão tomando os cuidados necessários", afirma Janine.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos