Servidores do Ministério Público do MT terão ajuda de custo para saúde de até R$ 1 mil por mês

Medida foi tomada em meio à crise do coronavírus (Foto: Getty Creative)

Procuradores, promotores e servidores do Ministério Público do Mato Grosso terão uma ajuda de custo para gastos com saúde. A decisão foi tomada na última segunda-feira, 4, pelo procurador-geral de Justiça do estado, José Antônio Borges Pereira.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Segundo o site Conjur, procuradores e promotores vão receber R$ 1.000 por mês, enquanto o “vale” de outros servidores será de R$ 500. O Ministério Público do Mato Grosso tem 862 servidores e os procuradores e promotores somam 249 pessoas. Se todos forem beneficiados, o valor dado aos funcionários será de R$ 680 mil a cada mês.

Se as despesas com saúde forem menores do que esse valor, o dinheiro deverá ser usado com “despesas profiláticas de prevenção a saúde”. Para receber o valor, os servidores terão de fazer uma declaração afirmando que não recebem outro auxílio similar e apresentar comprovante de que tem planos ou seguro de saúde.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Na última terça-feira, o Conselho Nacional do Ministério Público pediu para que seja um processo administrativo seja instaurado para apurar se há violações na determinação. O documento foi enviado ao procurador-geral da República, Augusto Aras.

Leia também

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Como justificativa, o MP-MT afirmou que a verba já estava prevista no orçamento de 2020 e, por isso, não seria um dispêndio financeiro extra. A instituição ainda argumenta que Tribunais de Justiça dão o mesmo benefício.