Sergio Camargo critica Jordan Peele por 'hipocrisia de negros de esquerda'

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 06.05.2020 - O ex-presidente da Fundação Palmares Sérgio Camargo. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 06.05.2020 - O ex-presidente da Fundação Palmares Sérgio Camargo. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente da Fundação Cultural Palmares Sérgio Camargo comentou nesta quarta (4) uma afirmação do cineasta negro Jordan Peele, que disse não pretender escalar protagonistas brancos em seus filmes.

No Twitter, Camargo chamou a atitude do diretor --que ele disse não saber quem é-- de "show de hipocrisia dos pretos militantes da esquerda", se referindo ao fato de Peele ser casado com Chelsea Peretti, uma mulher branca. Camargo publicou uma foto do casal e escreveu: "Pelo menos não é com uma loira. Ou seja, não ligou a hipocrisia negrista no modo turbo".

A declaração do cineasta, premiado com o Oscar de melhor roteiro original em 2018 pelo filme "Corra!", foi dada em 2019. "Não consigo me ver escalando um cara branco para o papel principal em nenhum dos meus filmes. Não é que eu não goste de caras brancos, eu só sinto que já vi esse filme antes", disse o diretor em uma entrevista coletiva no Upright Citizens Brigade Theatre, na ocasião do lançamento de seu filme "Nós".

Com obras de sucesso comercial e crítico, Peele se destacou em Hollywood por fazer filmes de terror que não deixam de ser críticos ao racismo da sociedade americana. Além de "Corra!" e "Nós", ele também produziu o filme "Infiltrados na Klan", de Spike Lee, e a série "Lovecraft Country".

Nomeado por indicação do ex-secretário de Cultura Roberto Alvim, Sérgio Camargo --que se define como negro de direita e é partidário do presidente Bolsonaro-- fez uma gestão da Fundação Palmares marcada por ações como a exclusão de personalidades negras de uma lista da fundação, a remoção de livros do acervo e por declarações polêmicas. Ele foi exonerado do cargo em março deste ano, substituído por Marco Antonio Evangelista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos