Será que 'Coringa' leva o Oscar de melhor filme? Listamos razões para acreditar e desacreditar

Coringa leva o Oscar? (Foto: Niko Tavernise/Warner Bros)

Por Diego Olivares

Será que a ousadia do diretor Todd Phillips e do ator Joaquin Phoenix em mergulhar no clima sombrio do vilão mais conhecido dos quadrinhos vai render o Oscar de melhor filme? Existem razões para acreditar que sim, mas também razões para acreditar que não. Analisamos diversos fatores para que você possa escolher em qual resultado apostar.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Para acreditar

É o filme com maior número de indicações nesta edição

‘Coringa’ recebeu nada menos do que 11 indicações, mais do que qualquer outro concorrente este ano. Apesar de não ser uma garantia de vitória é sempre um bom sinal, ainda mais por ser um dos únicos (junto com ‘Era uma Vez em... Hollywood’) a ser lembrado em todas as categorias consideradas principais: filme, direção, ator e roteiro.

Leia também

É a maior bilheteria dentre os concorrentes

Nenhum dos outros nove concorrentes a melhor filme tem números que se aproximam de ‘Coringa’ em venda de ingressos. O longa alcançou pouco mais de US$ 1 bilhão nos cinemas no mundo todo, enquanto o segundo neste quesito, ‘Era uma Vez em… Hollywood’, vem bem atrás, com US$ 373 milhões. Vale lembrar que a Academia está desesperada por mostrar seu lado mais pop, e dar o prêmio principal para ‘Coringa’ cairia bem com um grupo de espectadores que já deixou de acompanhar a cerimônia por não ter interesse nos concorrentes.

Ganhou o Festival de Veneza

‘Coringa’ entrou de vez no páreo do Oscar em setembro, quando saiu do tradicional Festival de Veneza consagrado com o Leão de Ouro, o prêmio ao melhor filme da edição. Por ter sido conquistado num evento considerado um reduto de produções mais autorais, o longa mostrou que seria levado a sério como nenhuma outra produção inspirada em quadrinhos havia feito antes. 

Reparação histórica

O diretor Todd Phillips nunca escondeu que bebeu direto na fonte do cinema de Martin Scorsese para construir sua versão do vilão mais temido de Gotham City. Se a Academia premiar ‘Coringa’, será uma forma de homenagear indiretamente clássicos cult como ‘Taxi Driver’ e ‘Caminhos Perigosos’, hoje no panteão das obras-primas do cinema, mas que não foram reconhecidos pelo Oscar em suas épocas.

Protagonista mentalmente perturbado

Tradicionalmente, os votantes do Oscar costumam adorar histórias de protagonistas com problemas psicológicos. Do manicômio tumultuado de ‘Estranho no Ninho’ (vencedor de 1976) até o distúrbio mental de ‘Forrest Gump’ (vencedor de 1995), passando pelo serial killer canibal de ‘O Silêncio dos Inocentes’ (vencedor de 1992), a Academia tem histórico de favorecer anti-heróis perturbados.

Para NÃO acreditar

Preconceito contra filmes de quadrinhos

Talvez seja só questão de tempo para uma produção inspirada em personagens de história em quadrinhos levar para casa o Oscar de melhor filme. No ano passado, ‘Pantera Negra’ fez história a ser o primeiro do gênero a ser indicado na categoria, e agora ‘Coringa’ repete a dose. Mas é fato que ainda há uma boa parcela de críticos e profissionais ligados ao cinema que têm suas reservas e ainda deve resistir a premiar uma produção do tipo na categoria principal.

Oscar para Joaquin Phoenix pode ser suficiente

Se o prêmio de melhor filme ainda é incerto, a estatueta de melhor ator para Joaquin Phoenix pela atuação em ‘Coringa’ é quase certa. Para alguns membros da Academia, pode estar de bom tamanho, já que a performance do astro é a coisa mais marcante no longa, e o voto na categoria principal ir em outra direção.

Conteúdo polêmico

Violento. Traz uma mensagem política não muito bem definida. Não termina com final feliz. Todos esses são fatores que podem fazer os votantes mais conservadores torcerem o nariz para ‘Coringa’, uma vez que o prêmio de melhor filme costuma ir para histórias mais conciliadoras, como aconteceu no ano passado, com a vitória de ‘Green Book’.

Todd Phillips

O cineasta por trás de ‘Coringa’ não é do rol dos queridinhos da Academia ou da crítica norte-americana. Até o ano passado, ele era mais conhecido pela trilogia ‘Se Beber Não Case’ e por declarações polêmicas contra o que chama de “politicamente correto”. Não exatamente o tipo de postura que o Oscar costuma premiar...

A força dos concorrentes

Apesar de ser um filme ótimo, ‘Coringa’ deu azar de concorrer numa das edições mais fortes do Oscar neste século. ‘Era uma Vez...Em Hollywood’, ‘O Irlandês’, ‘1917’ e até o sul-coreano ‘Parasita’ despontam como os principais favoritos, ainda que o longa estrelado por Phoenix também tenha chances consideráveis.