"Ser mãe é o maior presente que ganhei de Deus", diz Sabrina Sato em homenagem

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Sabrina Sato, 39, usou suas redes sociais para desejar feliz Dia das Mães. Na tarde deste domingo (10), a apresentadora postou fotos com a filha, Zoe, com a mãe, Kika Sato, 67, da irmã, Karina Sato, 40, com os filhos e, também, da sogra Leda Nagle, 69, com Duda Nagle, 36, ainda bebê. "Ser mae e o maior presente que ganhei de Deus", começou Sabrina.

A apresentadora continuou contando nunca ter imaginado sentir algo tão forte e falando sobre a presença de sua mãe neste dia. "Sou muito grata por estar com a minha mãe, mas sei o quanto e difícil para ela estar longe dos meus irmãos nesse período".

Ela finalizou desejando que o Dia das Mães de 2021 permita a proximidade que o isolamento social causado pela pandemia do coronavírus impossibilitou em 2020. "E por isso que, mais do que nunca, eu desejo um feliz Dia das Mães, cheio de amor, especialmente para todas as mães que estão longe de seus filhos e para as mães que estão trabalhando na linha de frente. Rezo para que tudo isso passe logo e que no próximo Dia das Mães, todos possam estar juntos novamente", concluiu.

No início do mês de abril, após o anúncio que o Domingo Show (Record) sairia do ar, Sabrina se pronunciou sobre o assunto, por meio de um vídeo publicado em seu Instagram. No relato, ela relembrou a sua carreira na televisão e falou que, sim, está triste, mas que há algo muito maior no momento que exige que todos parem e reflitam: a pandemia do novo coronavírus.

Embora o fim da atração não seja confirmada pela Record, o F5 apurou que a possibilidade de a atração voltar ao ar é mínima. Além de o avanço do coronavírus, pesou para o fim do Domingo Show, que tinha estreado em 8 de março, a baixa audiência, já que a produção era a grande aposta da emissora para o dia.

"Há exatamente quatro domingos, eu tinha estreado o Domingo Show, que a gente vinha preparando desde o ano passado, um programa muito especial para toda a família. E, como todo programa novo, a gente vai gravando, olhando o que funciona, mexe aqui e ali, e vai ajustando de acordo com o que vocês querem ver. O que acontece é que só tivemos um domingo sem a Covid-19. De repente, o mundo foi surpreendido pelo coronavírus, tudo mudou, e a gente precisou suspender o programa", disse à época.