Sequência de "Avatar" terá lançamento raro na China

Diretor James Cameron

Por Casey Hall

XANGAI (Reuters) - A tão esperada sequência do sucesso de bilheteria "Avatar", do diretor James Cameron, será lançada nos cinemas da China em 16 de dezembro, informou a 20th Century Studios nesta quarta-feira.

"Avatar: O Caminho da Água" será lançado na China no mesmo dia de seu lançamento global, disse o estúdio em sua conta oficial no Weibo.

A obra se tornará um dos poucos filmes estrangeiros a ter acesso ao mercado chinês nos últimos meses, com outros incluindo o último filme da franquia "Minions" e "Um Lugar Bem Longe Daqui" da Sony Pictures.

Os filmes estrangeiros lutam há muito tempo para obter datas de lançamento na China devido a cotas rígidas sobre o número de filmes internacionais autorizados a serem exibidos e muitos são bloqueados devido ao conteúdo que os reguladores chineses consideram impróprio.

Os sucessos de bilheteria de Hollywood recentemente tiveram dificuldade em obter autorização para exibição na China. Os seis filmes mais recentes da Marvel não foram exibidos nos cinemas chineses e, no início deste ano, "Pantera Negra: Wakanda Para Sempre" também teve seu lançamento negado no país.

O maior escrutínio dos filmes de Hollywood ocorre em conjunto com um aumento nos estúdios de cinema da China fazendo suas próprias versões dos sucessos de bilheteria pelos quais os estúdios norte-americanos são conhecidos.

No entanto, desde que as vendas de ingressos de filmes chineses superaram as vendas de ingressos dos Estados Unidos pela primeira vez em 2020, o mercado de filmes chineses foi atingido por restrições rígidas à Covid-19. Cinemas de todo o país são frequentemente solicitados a suspender a operação ou limitar o número de audiência.

A bilheteria total da China neste ano atingiu apenas 28,27 bilhões de iuans (4 bilhões de dólares), de acordo com o aplicativo de dados de cinema chinês Dengta. É uma queda acentuada em relação aos 64,15 bilhões de iuans de 2019 ou mesmo aos 47,04 bilhões de iuans do ano passado.

(Reportagem de Casey Hall e Sophie Yu)