Sephora inaugura em suas lojas aulas de beleza para pessoas trans

A person getting their makeup done at a Sephora beauty counter.
A person getting their makeup done at a Sephora beauty counter.

Muitos dos momentos mais ternos e íntimos da minha vida ocorreram nos corredores da Sephora. Eu marcava meus primeiros ou segundos encontros ali, como desculpa para criar laços com minhas namoradas, falando de perfumes e séruns (se ao menos pudéssemos dar as mãos enquanto “testávamos os produtos”), fui com a mãe da minha melhor amiga, em seu 70º aniversário, para ajudar a escolher alguns produtos de cuidado com a pele após sua aposentadoria e, mais tarde, retornei com uma amiga que havia começado sua transição há pouco tempo, para ajudar a escolher sua primeira base de cobertura completa. A Sephora é um lugar onde as decisões da vida são tomadas com amostras grátis e provadores de perfume em nossos bolsos. É de onde saímos com pó facial e perfume, prontos para o que a vida decidir nos mostrar.

A Sephora sabe que é um espaço confortável para quem gosta de cosméticos e, nos últimos três anos, está fortalecendo esse conceito de espaço comunitário por meio de uma programação de suas lojas. Em 2016, a Sephora lançou aulas gratuitas em suas lojas para pessoas passando por grandes transições de vida, a Classes for Confidence (em tradução livre, Aulas para Confiança). Até o momento, o foco dessas aulas era a entrada na força de trabalho e a beleza diante do ao câncer, com a participação de organizações comunitárias em todo os Estados Unidos. Em junho de 2018, a Sephora lançará uma série de programações em suas lojas do país para a comunidade trans e não-binária, com eventos presididos e desenvolvidos por membros transgênero do quadro de funcionários da marca. Na terça-feira do dia 22 de maio, a primeira aula foi realizada na cidade de Nova York.

“Este é o terceiro currículo que lançamos e não poderíamos estar mais empolgados. Estava em criação há dois anos. É um dos programas iniciais que queríamos desenvolver, mas queríamos ter certeza de que faríamos da forma certa”, afirma Corrie Conrad, chefe de Impacto Social e Sustentabilidade da Sephora. Conrad tem liderado a programação desde que ingressou na empresa, há alguns anos. Essas aulas e o bootcamp empreendedor da Sephora estão sob sua chefia. “Trabalhamos com grupos focais e com nossos funcionários, experimentando suas próprias jornadas de gênero, para ajudar a determinar o conteúdo da aula, os procedimentos para treinamento de sensibilidade e para ajudar a descobrir quais lojas teriam mais sentido. A comunidade trans e não-binária é uma parte querida da nossa comunidade, e queremos ser seus aliados. Esse é o objetivo de toda a nossa programação: quer você esteja ingressando na força de trabalho ou questionando seu gênero, essa é uma grande transição de vida. Nós queremos estar com você.”

Dominique Anderson, consultora de cor, na loja localizada na 34th Street, em Nova York, faz parte da família queer da Sephora que ajudou a montar essa nova programação. “Houve uma época em que me sentia, como uma pessoa trans, sem ideia de onde me encaixava no quesito beleza. Eu entrava em certas lojas de cosméticos e me sentia fora de lugar, e hesitava em abordar alguém. Foi quando comecei a fazer compras na Sephora, um lugar onde eu sabia que era livre para ser quem eu sou. A Sephora me recebeu de braços abertos, e é por isso que trabalho nesta empresa. Durante essas aulas, espero ensinar aos clientes truques que uso para suavizar traços e conseguir certos looks. Quero incutir confiança em meus clientes para que, quando saírem da Sephora, sintam-se à vontade para deixar o mundo saber quem eles são.”

Além de aulas em 150 lojas diferentes, haverá uma série de tutoriais em vídeo nos vários canais da Sephora no YouTube, liderados pelas Conselheiras de Beleza transgênero da marca. Os tópicos vão desde correção de cores a suavização da pele e outros temas sugeridos durante os grupos focais com membros trans da comunidade. Se você é um aliado que gostaria de apoiar o programa, existe uma linha de produtos específicos para o financiamento direto dessa programação para você adquirir em sua próxima compra. O pincel retrátil Sephora Stands Retractable Brush e o batom Sephora Stands Fearless lipstick são dois produtos que financiam o programa de forma direta.

Ver uma empresa atender à comunidade trans e queer, não como modelos simbólicos em campanhas de beleza que ocorrem uma única vez, mas como membros essenciais de sua comunidade, é um alívio. Empregando pessoas trans e fornecendo recursos para ajudá-las e a seus clientes, a empresa está mostrando que a beleza e a política estão ligadas o tempo todo, e às vezes de um modo maravilhoso. A única maneira de um programa como esse prosperar é deixando a comunidade trans dirigi-lo e construí-lo em todo o país, pois há tão poucos espaços para nós, principalmente em escala nacional. Como este ano já provou ser um dos piores registrados até agora para as pessoas trans nos EUA, e particularmente para as mulheres trans de cor, ter uma das maiores empresas de beleza do mundo dando lugar a pessoas marginalizadas é algo muito poderoso.

Teen Vogue

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos