Separados, Yasmin e Medina não terão festa oficial no Brasil após reunião simbólica

·3 min de leitura
Yasmin Brunet e Medina anunciaram o fim de seu casamento (Reprodução Instagram)
Yasmin Brunet e Medina anunciaram o fim de seu casamento (Reprodução Instagram)

Yasmin Brunet e Gabriel Medina confirmaram o fim de seu casamento, que foi oficializado em dezembro de 2020 com uma cerimônia simbólica no Havaí, nos EUA. Os dois se conheceram em meio à pandemia e não se largaram mais, e na época impressionaram o público e a família do surfista com a velocidade que o enlace ocorreu.

O casal teve uma cerimônia íntima e simbólica em uma praia, ritual que é oferecido para qualquer turista que queira comemorar seu relacionamento. O valor é de 500 dólares (cerca de R$2,5 mil com o real na cotação atual), mas o casamento não tem valor legal no Brasil. A cerimônia aconteceu no Havaí porque o surfista estava disputando na época a primeira etapa da temporada do Circuito Mundial de surfe.

O plano de Yasmin e Medina era fazer uma festona no Brasil com amigos e família, mas o plano foi frustrado pela continuidade da pandemia da Covid-19. "Já nos casamos no Havaí e foi mágico. Foi exatamente como a gente queria, temos momentos incríveis. E quando puder, vai ser a hora do casamento no Brasil para juntar todo mundo", contou ela em 2020 para o jornal "Extra".

Separação

Yasmin Brunet e Gabriel Medina não estão mais juntos. A atriz e o tricampeão mundial de surf estavam casados desde 2020, e nas redes sociais falavam sobre a parceria dos dois e como foi começar um relacionamento durante a pandemia da Covid-19.

Os dois estão morando em casas separadas em Maresias, litoral norte de São Paulo. A assessoria da atriz confirmou o fim da relação, mas afirmou que não irá emitir um comunicado dando detalhes.

Recentemente, Gabriel Medina afirmou que não iria competir nas duas primeiras etapas do circuito da WSL em 2022 para focar em sua saúde mental. O surfista tem depressão e ansiedade, e recebeu apoio de Yasmin em uma publicação no feed da modelo.

Casamento na quarentena

O namoro de Yasmin Brunet e Gabriel Medina começou em plena quarentena e o período de isolamento a dois, segundo eles, tem sido um “intensivão de amor”. Mas tanto grude não estava nos planos dos dois pombinhos no início do relacionamento.

“A gente não decidiu que a gente ia passar a quarentena juntos. Na verdade, a gente estava se conhecendo e ele me chamou para conhecer Maresias. Eu fui para ficar três dias e estou há três meses”, contou a modelo no “É de Casa” deste sábado (13).

Polêmicas de família

Diante de toda repercussão envolvendo seu nome, Yasmin Brunet veio a público, por meio das redes sociais, pedir respeito a sua vida pessoal e ao seu relacionamento com Gabriel Medina.

“Em respeito aos meus fãs e do Gabriel, eu quero me manifestar sobre algumas notícias que saíram essa semana. Uma delas diz que existiria um vídeo íntimo meu em posse de uma familiar do meu marido”, começa.

“Essa informação não procede. Não existe tal material. E nunca existiu. No entanto, eu preciso ressaltar que, mesmo que existisse, é lamentável querer diminuir uma mulher por exercer sua sexualidade. Lutamos para sermos livres, para fazer o que quisermos, para ocupar lugares que nos foram negados por anos e mais anos... Para sermos donas de nossos corpos e desejos”, declarou Yasmin, que recebeu apoio de vários famosos nas redes sociais, e de sua mãe, Luiza Brunet, que também comentou a publicação. "Yasmin assim se responde com responsabilidade e respeito.”

Simone Medina, mãe de Gabriel Medina, teria atacado a nora sobre um suposto vídeo em que ela aparece fazendo sexo oral em outro homem. A notícia foi publicada pelo jornalista Leo Dias no jornal "Metrópoles".

De acordo com o colunista, a modelo ao saber da notícia, teria decidido processar a sogra. Em apoio a filha, Luiza também se pronunciou sobre o assunto. “Repudio este tipo de comportamento lamentável da Sra. Simone. É muito triste. Meu advogado está tomando as medidas cabíveis”, disse a empresária e modelo.