“A senhora não manda em mim. Sou polícia. Acha que eu não conheço a porra da lei?”, diz Daniel Silveira ao se recusar a usar máscara no IML

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
Deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) - Foto: Câmara dos Deputados/Divulgação
Deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) - Foto: Câmara dos Deputados/Divulgação

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), preso em flagrante na noite de terça-feira (16), se recusou a usar máscara no IML (Instituto Médico Legal) e desacatou a agente plantonista.

“A senhora não manda em mim, não. Sou polícia, e aí? Também sou deputado federal, e aí? Acha que eu não conheço a porra da lei, não?!”

Leia também:

O deputado ainda chamou a servidora de “militante petista”. Um assessor dele filmava a cena.

Outro agente conseguiu acalmar Silveira, que acabou colocando a máscara.

O parlamentar foi preso por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), após publicar na internet um vídeo com ataques a ministros da Corte.

Silveira é alvo de dois inquéritos no Supremo - um apura atos antidemocráticos e o outro, fake news.