Senadores esperam projeto que viabiliza emendas para a próxima semana

(Foto: Agência Senado)

Com a aprovação do Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN) que irrigava com recursos públicos diversos ministérios e que serão revertidos em emendas parlamentares de deputados, o Executivo deve enviar um projeto semelhante ao Congresso na próxima semana. Agora, o espaço no Orçamento da União deve atender a emendas apresentadas pelos senadores.

O PLN 18 foi aprovado em sessão conjunta do Congresso nessa quarta-feira (9), após passar meses na pauta legislativa. O projeto liberou mais de R$ 3 bilhões para algumas pastas do governo. Dessa maneira, deputados podem remanejar recursos para atender suas bases eleitorais - o que, com a aproximação das eleições municipais, torna-se especialmente atraente para aumentar apoio e capital político com prefeitos.

Leia também

A liberação de recursos era uma das reivindicações dos deputados para aprovar a reforma da Previdência na Câmara. Agora, com a proposta pronta para ser votada em segundo turno no Senado - a proposta deve ser votada em plenário no dia 22 -, os congressistas da Casa também aguardavam espaço orçamentário para apresentar emendas. A expectativa é que os senadores tenham cerca de R$ 30 milhões cada para destinar em investimentos para suas bases eleitorais.