Sem pudor! Veja 6 fatos sobre as mulheres e a pornografia

As mulheres gostam de filmes pornográficos. Fato. [Foto: Getty]

Por Marie Claire Dorking

Novas leis relacionadas à pornografia entraram em vigor no Reino Unido na última segunda-feira (1º). Agora, os britânicos têm que provar sua idade ao acessaram sites com o chamado “conteúdo adulto”.

O “bloqueio pornô” passou a valer em todo o país, numa tentativa de impedir que menores de 18 anos tenham acesso a materiais inapropriados.

Enquanto isso, um novo programa da emissora Channel 4 inseriu um grupo de mães no mundo da pornografia para mostrar como é fácil para menores acessarem este tipo de conteúdo. No final da série, elas irão produzir seu próprio filme sexual.

Tanto o documentário das mães quanto a mudança na lei têm como objetivo mudar a narrativa que envolve a pornografia. E isso é algo benéfico, pois o fato é que as pessoas gostam de pornografia, inclusive, (principalmente) mulheres.

As mulheres gostam de pornografia

Muitos costumam ter um certo viés de gênero ao pensar nos espectadores de filmes e vídeos pornográficos. No entanto, isso mudou.

Um estudo recente realizado pela Marie Claire descobriu que uma em cada três (31%) mulheres assiste pornografia toda semana, enquanto o Pornhub, um dos sites gratuitos mais populares, revelou recentemente que as mulheres compõem mais de um quarto (29%) da sua audiência global.

Quais aspectos estão impactando o gosto feminino pela pornografia?

Jenny Page, especialista em relacionamentos do site IllicitEncounters.com, acredita que o número de mulheres acessando conteúdos pornográficos não aumentou. A diferença é que elas não têm mais vergonha de admitir que fazem isso.

“As mulheres sempre gostaram de ver vídeos pornô,” explica ela. “A diferença é que, atualmente, elas estão mais preparadas para admitir que fazem isso, já que todos estamos nos tornando mais honestos e maduros em relação ao sexo. Isso é algo positivo”.

As mulheres preferem ver filmes pornô sozinhas

Ainda de acordo com dados da Marie Claire, 66% das mulheres afirmam que “nunca” veem filme pornô acompanhadas.

Menos de um terço (31%) revelaram que acessam conteúdo pornográfico com seus parceiros ocasionalmente, e apenas 3% declararam fazer isso regularmente.

Um estudo do Woo Woo revelou que um quarto das mulheres britânicas assistem vídeos pornográficos sozinhas, sem que seus parceiros saibam.

“Seu relacionamento com a pornografia só diz respeito a você – à sua sexualidade, independentemente de um parceiro,” disse a autora do estudo, Amanda de Cadenet, sobre as descobertas. “A maioria das mulheres que responderam à pesquisa estão usando a pornografia para descobrir o que querem e entender como podem dar prazer a si mesmas”.

“Não há dúvida de que um número significativo de mulheres que gostam de pornografia preferem acessá-la sozinhas para melhorar a masturbação,” acrescenta Jenny Page.

No entanto, aquelas que gostam de assistir a filmes pornográficos acompanhadas estão fazendo isso com mais frequência, para entrar no clima antes da relação sexual.

“Uma outra pesquisa do IllicitEncounters.com descobriu que cada vez mais mulheres estão assistindo a filmes pornô com seus parceiros como uma forma de preliminares,” disse Jenny. “A pesquisa mostrou que, em 40% dos casos, é a mulher que dá o primeiro passo. Essa é uma boa notícia: cada vez mais mulheres estão assumindo o controle entre quatro paredes”.

As mulheres passam mais tempo assistindo filmes pornô do que os homens

Uma análise do Pornhub descobriu que as mulheres passam, em média, 1 minuto e 14 segundos a mais por dia no site do que os homens.

“Sim, as mulheres passam mais tempo vendo pornografia do que os homens – e há evidências científicas contundentes para afirmar isso. A razão é óbvia: as mulheres costumam precisar de mais tempo para chegar ao orgasmo quando estão se masturbando ou mantendo uma relação sexual”, diz Jenny Page, especialista em relacionamentos do site IllicitEncounters.com.

As mulheres gostam de assistir a vídeos pornográficos de outras mulheres [Foto: Getty]

As mulheres gostam de ver outras mulheres

A categoria ‘lésbica’ do site Pornhub é a favorita entre as mulheres, e a categoria ‘gay’ (com pessoas do sexo masculino) ficou em segundo lugar.

O termo de pesquisa ‘lésbica’ também surgiu como o mais buscado pelas mulheres. Além disso, elas também gostam de cenários com vários parceiros.

Elas não curtem apenas os filmes pornográficos tradicionais

Embora a maioria das mulheres que participaram da pesquisa da Marie Claire tenham o costume de assistir a filmes online, 40% revelaram gostar de histórias eróticas, e 6% têm o hábito de consumir pornografia em áudio.

“Os audiolivros e podcasts eróticos estão se tornando mais populares,” explica Jenny Page. “É uma tendência positiva. Você pode ouvir a ação e deixar a sua imaginação voar livremente. É uma forma maravilhosa de intensificar a masturbação”.

Elas gostam de acompanhar uma história

As mulheres têm uma probabilidade duas vezes maior de assistir a vídeos pornográficos “românticos”.

“Há evidências que sugerem que as mulheres buscam uma espécie de narrativa quando estão assistindo a um filme pornô. Elas gostam de ver o casal formar algum tipo de relacionamento antes de iniciar a relação sexual, enquanto os homens são mais orientados para a ação,” Jenny explica.

“Essa tendência está refletida na enorme popularidade de livros eróticos voltados para o público feminino, como ‘Cinquenta Tons de Cinza’, no qual o foco era a sedução e corrupção gradual da estudante Anastasia Steele por seu amante mais velho, Christian Grey.”

A pornografia está melhorando a vida sexual das mulheres

Entre as mulheres que participaram da pesquisa da Marie Claire, 51% acreditam que a pornografia serviu como fonte de aprendizado em relação ao sexo, e 29% disseram que se sentem mais sensuais quando a assistem.

Além disso, cada vez mais mulheres estão interessadas em transferir o que veem nas telas para a vida real, já que 12% das britânicas revelaram ter vontade de fazer um filme pornô com seus parceiros, segundo dados do Woo Woo.

“Não há dúvida de que os consumidores de pornografia tendem a ser mais aventureiros entre quatro paredes,” afirma Jenny Page. “Eles assistem os movimentos nas telas e tentam replicá-los no quarto”.