Sem poder engravidar, atriz Carla Cristina vive mesmo drama de personagem de 'Bom Sucesso'

CRIS VERONEZ

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A vida, muitas vezes, imita a arte. E vice-versa. Foi isso que aconteceu com a atriz Carla Cristina Cardoso, 44. Ela conta que precisou retirar o útero e agora pretende adotar gêmeos com a namorada para realizar o desejo de ser mãe. 

"Eu tinha um mioma bem pequenininho, mas o meu médico explicou que em mulheres negras o mioma cresce mais rápido. Sempre fiz preventivo e estava tudo bem. Mas há quatro anos eu senti uma coisa estranha. Os órgãos pareciam estar saindo. Fiz uma bateria de exames e fui operada. Eram vários miomas que cresceram como aliens, e um deles estava empurrando meu útero. Foram mais de três quilos de mioma retirados", diz Cardoso.

Na novela "Bom Sucesso" (Globo), Lulu, sua personagem, vive situação semelhante: é uma mulher casada que sonha com a maternidade, mas que também não pode gerar filhos e opta por adotar Waguinho (Lucas Leto), um dependente químico de 17 anos em processo de reabilitação.

"Lucas é um ator incrível. Na época em que ele ficou na parte do vício, ficávamos até assustados. Eu já sabia que Lulu não poderia ter filhos e que ela adotaria um menor de risco, mas não sabia se era menino ou menina. Como a obra é aberta, ficamos esperando. Conforme a história foi rolando, o elenco entendeu antes de chegar o texto que seria o Waguinho", afirma a atriz.

Cardoso diz que conhece muita gente que só precisa de uma frase para mudar. "Existem adolescentes e pré-adolescentes que não têm isso em casa. Tem muita gente que pode ser salva. É difícil fazer o que a Lulu fez. Quem está assistindo, vê uma trama que fala sobre a possibilidade de mudar a si próprio e de mudar alguém."

A atriz diz ainda que apesar de ter planos de adotar gêmeos, na hora "H", são as próprias crianças que escolhem os pais. "Eu teria a coragem que a Lulu teve, de adotar um adolescente. Tenho uma visão muito diferente da vida. Não sei se pegaria alguém na rua, desconhecido, mas o Waguinho é de Bom Sucesso, um bairro que ela conhece as pessoas. Tem muita gente ruim, que não presta, mas há aqueles que se salvam. Um exemplo é a personagem de Sheron Menezzes na novela. A Giselle mudou", reflete. 

Carla Cristina Cardoso comenta ainda o fato de Lulu ter convidado Waguinho para morar com ela sem consultar o marido, Tonho (Anderson Müller). "No lugar de Tonho eu ficaria muito chateada pela Lulu ter colocado um adolescente dentro de casa sem conversar com ele antes. Casamento é união e tudo tem que ser conversado. Nesse caso, eu também não aceitaria. Mas a vontade de Lulu de ser mãe é tão grande que ela ficou cega."

Agora, a aposta é que Lulu termine a novela com Batista (Marcelo Flores) com quem a comerciante engatou um romance nos últimos capítulos. A trama de Rosane Svartman e Paulo Halm termina no dia 25 de janeiro. 

"O marido foi embora e chegaram os urubus. Tonho, na verdade, urubuzou a Leila [Alexandra Martins] e eu fiquei com o Batista. Tonho beijou a Leila primeiro [risos]. Eu tinha alguma esperança de que Lulu ficasse com Tonho, mas agora acho que ela fica com o Batista mesmo", afirma a atriz, que já sente saudades da novela antes mesmo de terminar. "Já teve até gente que chorou por isso. Somos um elenco feliz, uma equipe feliz."