Sem máscara, Bolsonaro encontra Silvio Santos, de 90 anos, e é alvo de críticas

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se encontrou com Silvio Santos nesta terça-feira (15), em cerimônia de entrega de um selo que homenageia o fundador do SBT. Os Correios lançaram um selo em comemoração aos 90 anos do apresentador, além de um carimbo comemorativo que reproduz a efígie do comunicador. Nem Silvio nem Bolsonaro usavam máscara na cerimônia. Fotos do evento foram postadas nas redes sociais oficias do palácio do Planalto, de um dos filhos do presidente, Eduardo, e do ministro das Comunicações, Fábio Faria --este último estava presente e usava máscara. As fotos motivaram críticas, que destacaram a ausência da máscara. Alguns chamaram o episódio de "lamentável" e outros falaram em "irresponsabilidade". Outros criticaram as supostas prioridades na agenda do presidente. Muitos outros perfis elogiaram. Por causa da pandemia do coronavírus, o apresentador e empresário está afastado das gravações desde março, quando voltou das férias de final de ano. No final do ano passado, ele também passou um tempo sem gravar devido a uma forte gripe. O isolamento de Silvio em 2020 reduziu o fluxo de políticos do governo, que havia sido intenso no ano passado, em programas do SBT.