Selena Gomez revela pensamentos suicidas e dificuldade de engravidar

Alerta: essa matéria pode conter gatilhos para pessoas que lidam com transtornos mentais

Selena Gomez lançará seu documentário, intitulado "My Mind and Me", na próxima sexta-feira (04) no Apple TV+. Por esse motivo, ela deu uma entrevista para a Rolling Stone divulgada nesta quinta-feira (03), na qual comentou algumas questões referentes à sua vida pessoal. Isso inclui pensamentos suicidas, dificuldade em engravidar, problemas relacionados ao seu rim e novidades sobre o seu próximo álbum.

"Achei que o mundo ficaria melhor se eu não estivesse nele", revelou a artista que já foi internada em quatro centros de tratamento. Selena ainda deu detalhes sobre sua bipolaridade, explicando que, no início dos seus vinte anos, tudo começou a ficar muito obscuro. "Comecei a sentir que não estava no controle do que estava sentido, independente de ser algo muito bom ou muito ruim", contou.

A dona do "Rare" passava dias sem dormir e nos episódios de mania se convencia de que precisava comprar um carro para todos que conhecesse, porque "eu tenho um dom, então queria compartilhá-lo com as pessoas", justifica. Em seguida, a depressão batia e, mais tarde, chegava os períodos de isolamento, no qual ela não conseguia sair da cama e seus amigos tinham que lhe levar comida.

Leia +


Leia +

Maisa Silva revela não gostar de ser comparada a Larissa Manoela: "Reeducar os pensamentos"
Tatá Werneck revela dificuldade de interpretar Valdirene, de "Amor à Vida", no "BBB14"
Cara Delevingne revela luta contra a depressão: "Era completamente suicida"