Selena Gomez diz que decidiu abrir sua vida aos fãs após boatos ficarem 'fora de controle'

·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* A cantora Selena Gomez durante show em São Paulo. (Foto: Alexandre Rezende/Folhapress)
*ARQUIVO* A cantora Selena Gomez durante show em São Paulo. (Foto: Alexandre Rezende/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Selena Gomez, 27, se tornou tão aberta sobre seus problemas pessoais porque quer controlar o que os fãs sabem sobre sua vida. Em uma entrevista à revista Interview, e cantora afirma que decidiu ser sincera sobre sua saúde mental, sua luta contra o lúpus e seus relacionamentos após os boatos sobre sua vida ficarem "fora de controle".

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

"A maneira como a mídia tentou explicar as coisas fez tudo parecer muito ruim, quando na realidade não há nada errado com o fato de que eu precisava fugir, ou me apaixonar. Eu tive que começar a me abrir porque as pessoas estavam tirando minha narrativa de contexto e isso estava me matando", diz Gomez.

Leia também:

Em janeiro, a cantora lançou "Rare", seu primeiro álbum em cinco anos, que indica tratar-se de seu relacionamento com o ex-namorado Justin Bieber.

Solteira, ela afirma que às vezes dúvida se entrará em um relacionamento amoroso novamente. "Alguns dias eu acordo e penso: 'Vou ficar sozinha para sempre'. Mas depois passa 15 minutos e digo para mim mesma: 'Eu sei que há alguém para todos'", já disse ela ao canal Genius do YouTube.

No início de abril, em uma live com a amiga Miley Cyrus, no programa "Bright Minded", Gomez também revelou que foi diagnosticada com transtorno bipolar.

"Eu finalmente tive conhecimento do por que sofri com várias depressões e ansiedade por tantos anos", afirmou Gomez. "Recentemente, fui a um dos melhores hospitais psiquiátricos dos Estados Unidos, o McClean Hospital, e discuti que depois de anos passando por muitas coisas diferente, percebi que eu era bipolar."