'Sei o que vi', diz irmã de Amber Heard fala pela 1ª vez após veredito a favor de Depp

***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 24.09.2015 - O ator e guitarrista da banda Hollyhood Vampires Johnny Depp. (Foto: Ricardo Borges/Folhapress)
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 24.09.2015 - O ator e guitarrista da banda Hollyhood Vampires Johnny Depp. (Foto: Ricardo Borges/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A irmã de Amber Heard, 36, Whitney Henriquez, se manifestou pela primeira vez desde o veredito do julgamento entre a atriz e seu ex-marido Johnny Depp, 58. O júri considerou que Heard difamou o ator em seu editorial ao Washington Post, e determinou que ela pague US$ 8,35 milhões (R$ 40 mi) ao ex.

"Ainda estou com você, mocinha. Ontem, hoje e amanhã sempre estarei orgulhosa de você por se defender, por testemunhar tanto aqui na Virgínia quanto no Reino Unido e por ser a voz de tantos que não podem falar sobre as coisas que acontecem a portas fechadas", começou ela em uma publicação no Instagram.

"Sabíamos que esta seria uma batalha difícil e que as cartas estavam contra nós. Mas você se levantou e falou independentemente. Estou muito honrada em testemunhar por você, e faria isso um milhão de vezes porque sei o que vi e porque a verdade está para sempre do seu lado", continuou.

"Sinto muito que isso não tenha se refletido na decisão tomada por este júri, mas nunca vou desistir de você, e nem qualquer um que esteja com você. Para sempre ao seu lado", completou ela na legenda. Whitney chegou a testemunhar no tribunal durante o julgamento.

Ela disse em depoimento que no início da relação os dois pareciam estar muito apaixonados, mas, aos poucos, o ator foi se revelando um homem controlador. "Começou com piadas leves sobre as roupas que ela deveria ou não vestir. Só que isso foi ficando mais intenso e Amber passou a ter um estilo mais conservador", lembrou, na época.

Whitney ainda destacou que sempre quando o ex-casal brigava, algum dispositivo eletrônico de Amber Heard acabava sendo espatifado por Depp. Ataques de fúria seriam frequentes e, por causa deles, a atriz teria perdido "um celular, um tablet e laptop".

Johnny, segundo a ex-cunhada, era ciumento e possessivo. Desconfiava de "qualquer coisa" no celular da sua irmã, e ela acabou sendo envolvida em uma briga entre os dois na cobertura do ex-casal, em Los Angeles. Segundo Whitney, ela teria sido acordada pela irmã no meio da madrugada. Amber acusava Johnny de traição e os dois trocavam ofensas como "saco de lixo usado" e "velho e gordo".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos