Segundo estudo, pessoas consideram fumantes menos atraentes

Reprodução/Pixabay PublicDomainPictures

Além de fazer mal à saúde, fumar também torna as pessoas menos atraentes, segundo novo estudo. Realizado pela Universidade de Bristol, o estudo contou com 500 participantes que deveriam olhar para imagens de gêmeos idênticos, sendo homens ou mulheres.

Leia mais: Japoneses incentivam funcionários a largarem o cigarro dando dias de folga aos não fumantes

O principal objetivo era descobrir se era possível identificar quais eram fumantes através de características faciais e se o cigarro torna os fumantes menos desejáveis. Existem diversos fatores que podem afetar a aparência das pessoas, que incluem idade, sexo e o ambiente que vivem. Por isso a escolha de gêmeos idênticos para a realização do estudo, já que eles oferecem resultados mais precisos.

“Uma vez que os gêmeos idênticos compartilham quase todo o seu material genético e alguns aspectos de ambiente (pais, bagagem cultural e educação, por exemplo), as diferenças entre eles podem ser atribuídas a efeitos ambientais não compartilhados, incluindo diferenças no comportamento de estilo de vida como o tabagismo”, afirmou o estudo.

Leia mais: Por que dá vontade de fumar quando você bebe?

Tanto os homens quanto as mulheres escolheram como mais atraentes aqueles que não fumam e os pesquisadores acreditam que isso pode ser fundamental para promover mudanças no vício ao tabagismo, especialmente entre os jovens. “Os jovens são particularmente sensíveis aos efeitos negativos que o cigarro tem em sua atratividade à media que envelhecem. As descobertas são úteis para causar uma melhora no comportamento dos fumantes para mudá-los”.