Segundo estudo, componente encontrado na maconha ajuda a combater vício em álcool e drogas

Reprodução/Pixabay PublicDomainPictures

A maconha vem sendo pauta frequente não só pelo uso recreativo, mas também por seus benefícios à saúde – sem contar a variedade de produtos que exploram seu princípio ativo.

Leia mais: Maconha pode ajudar a prolongar ereção, indica pesquisa

Recentemente, mais um estudo comprova que a planta pode ser benéfica para uma questão que poucos imaginavam: combater o vício em drogas como cocaína e álcool. Realizada pela Scripps Research Institute, na Califórnia, a pesquisa chegou a este resultado através de testes em ratos.

Descobriu-se que o CBD ou Cannabidiol (químico derivado da erva, que não contém THC e já é utilizado para combater doenças crônicas como câncer e a epilepsia), ameniza os efeitos dessas drogas, auxiliando o processo de desintoxicação e o fim do vício.

Através de um gel, o componente foi aplicado na pele dos animais e os efeitos podem ser sentidos até cinco meses após o uso. “Os resultados oferecem provas do potencial do CBD na prevenção em duas dimensões: amenizar estados vulneráveis de stress e um efeito durador com um tratamento breve”, explica Friedbert Weiss, que lidera o estudo.

Leia mais: Usuários de maconha são mais criativos, diz estudo

Isso significa que o CBD ajuda não só na desintoxicação, mas também na manutenção do processo após o usuário deixar as drogas. Para muitos especialistas, a maconha representa um grande avanço em tratamentos medicinais, o que levanta ainda mais a discussão sobre sua liberação.