Scarlett Johansson pediu à Disney US$100 milhões pelo lançamento híbrido de Viúva Negra

·1 minuto de leitura

Nó último mês, Scarlett Johansson processou a Disney pelo lançamento híbrido de Viúva Negra no streaming. E Bryan Lourd, co-presidente da Creative Artists Agency, agência da atriz, tentou fazer um acordo concreto com Bob Chapek, presidente executivo da empresa do rato. Sua única resposta foi: "faça seu pessoal ligar para o meu".


Três semanas após ter dado início ao processo, Johansson desistiu de uma ação de quebra de contrato contra a Disney, se transformando em uma das batalhas mais acirradas entre talentos e estúdios durante a década. A atriz pediu à empresa um valor de US$ 100 milhões de dólares pelo lançamento híbrido, sendo 20 milhões de salário e mais de 80 em bônus estimado. A Disney não respondeu com uma contra-oferta.


De acordo com o WSJ, a equipe de Chapek não retornou as ligações ou e-mails sobre o caso de Johansson, ou mesmo, se envolveram em conversas séries sobre o processo.


Scarlett Johansson vs. Disney: Entenda o processo da Viúva Negra


Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos