Scarlett Johansson causa decepção ao elogiar diretor acusado de assédio

·3 minuto de leitura
BEVERLY HILLS, CALIFORNIA - FEBRUARY 09:  Scarlett Johansson attends the 2020 Vanity Fair Oscar Party at Wallis Annenberg Center for the Performing Arts on February 09, 2020 in Beverly Hills, California. (Photo by Toni Anne Barson/WireImage)
Scarlett Johansson posa para os fotógrafos na cerimônia do Oscar 2020. (Photo by Toni Anne Barson/WireImage)

Resumo da notícia:

  • Scarlett Johansson recebeu críticas após elogiar Joss Whedon, diretor acusado de assédio moral, em entrevista

  • A atriz enalteceu as qualidades do cineasta como roteirista durante entrevista

  • Cineasta foi denunciado por Gal Gadot e Ray Fisher por causa do seu comportamento em "Liga da Justiça" (2017)

Scarlett Johansson recebeu críticas após elogiar Joss Whedon, diretor acusado de assédio moral, em entrevista de divulgação de "Viúva Negra", provavelmente o seu filme de despedida no Universo Cinematográfico Marvel.

De forma rápida, a atriz citou o trabalho de diversos profissionais que trabalharam com a Marvel nos últimos anos e enalteceu o talento de Whedon como roteirista em" Os Vingadores" (2012) e" Vingadores: Era de Ultron (2015)".

Leia também:

Os colegas do elenco preferiram se manter em silêncio durante a fala de Johansson. Nas redes sociais, fãs demonstraram insatisfação com o comentário. "Scarlett Johansson me ajuda a te ajudar, minha filha", disse uma seguidora.

"Scarlett Johansson elogiando Joss Whedon quando uma colega atriz disse que ele a ameaçou durante as filmagens de um filme é surreal para mim. Isso não é feminismo", disse outra, lembrando que a atriz tem falado bastante sobre machismo em entrevistas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Outros seguidores também lembraram que Scarlett Johansson já disse que acredita na inocência de Woody Allen, diretor acusado pela filha adotiva Dylan Farrow de tê-la estuprado na infância.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Acusações contra Joss Whedon

SAN DIEGO - JULY 24:  (L-R) Actors Robert Downey Jr., Clark Gregg, Scarlett Johansson, Chris Hemsworth, Chris Evans, Samuel L. Jackson, Jeremy Renner, Mark Ruffalo and writer/Director Joss Whedon pose onstage at the Marvel Studios'
Robert Downey Jr., Clark Gregg, Scarlett Johansson, Chris Hemsworth, Chris Evans, Samuel L. Jackson, Jeremy Renner, Mark Ruffalo e Joss Whedon (primeiro à direita) em evento de divulgação de "Capitão América: O Primeiro Vingador" (Photo by Kevin Winter/Getty Images)

Ray Fischer foi o primeiro a falar sobre o assédio moral de Joss Whedon no set de "Liga da Justiça" (2017). Segundo o ator que interpretou o Ciborgue no longa, o diretor excluía atores negros e ainda era grosseiro e abusivo com os atores.

Meses depois foi a vez de Gal Gadot, colega de Fischer em "Liga da Justiça", vir a público dizer que teve a carreira ameaçada por Joss Whedon. "O que eu tive com Joss basicamente foi que ele tentou ameaçar minha carreira e disse que se eu fizesse algo, ele deixaria minha carreira miserável. Eu resolvi isso lá mesmo", contou a Mulher-Maravilha.

Aparentemente, o problema envolvendo o diretor vem de longe. Charisma Carpenter, que interpretou Cordelia em "Buffy, A Caça-Vampiros" e "Angel", ambas séries criadas por Whedon, também disse que foi vítima do seu comportamento abusivo por anos. 

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos