"Sapatão caminhoneira", Gabô Pantaleão fala sobre humor e representatividade

Ela tem mais de 1 milhão de seguidores no TikTok, sangue alagoano e é "sapatão caminhoneira" assumida. Gabô Pantaleão não esconde seus posicionamentos políticos e garante: "Comédia é política".

De uma infância livre e feliz em Maceió aos vídeos virais de humor, Gabô precisou enfrentar alguns obstáculos. Lésbica, gorda e nordestina, disse ao Yahoo que bullying fez parte de sua infância e foi um longo caminho até conseguir se assumir. "Tinham medo de falar lésbica. É uma palavra que soa como uma doença. Tinham medo de falar 'sapatão ou sapatona'. Então, eu achava que era errado, achava que eu ia para o inferno".

Hoje, a ferida já cicatrizou e Gabô usa dessas histórias e experiências para conscientizar seu público. "Quando eu comecei a me ver na Internet, vieram muitos comentários também. Abala, mas a gente não agrada todo mundo. Se me perguntar hoje se eu tenho hater, eu acho que muito pouco! O povo se identifica muito comigo, principalmente as lésbicas que não performam feminilidade".

Assista à entrevista completa:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos