Para evitar aglomerações e frear pandemia, SP cancela até ponto facultativo do carnaval

·1 minuto de leitura
Foto: Roberto Casimiro/Fotoarena/Sipa USA via AP Images
Foto: Roberto Casimiro/Fotoarena/Sipa USA via AP Images

O governo de São Paulo confirmou os rumores e cancelou o ponto facultativo do carnaval para tentar conter o avanço da pandemia do novo coronavírus no estado. O anúncio foi feito na tarde desta sexta-feira (29) pelo governador João Doria (PSDB).

"O governo de São Paulo, assim como a prefeitura da capital, cancela o ponto facultativo do carnaval. Portanto, não teremos feriado de carnaval em todo o estado. Essa é a recomendação do Centro de Contingência para, com isso, manter sob controle a expansão da pandemia", afirmou Doria.

Leia também

As gestões municipais têm autonomia para tomarem suas próprias medidas, contudo, Marcos Vinholi, secretário do Desenvolvimento Regional do estado, recomendou que as cidades sigam as orientações do governo estadual.

"O governo do estado toma esta decisão por entender que, pela saúde, é o mais correto para seguir com esse arrefecimento da evolução da pandemia no estado. É um ponto facultativo, portanto, o governo do estado, tomando essa decisão, as prefeituras também têm essa prerrogativa no que tange os serviços municipais. A Prefeitura de São Paulo já tomou essa decisão, e a nossa recomendação é que sigam essa prerrogativa da ciência de medicina", ressaltou Vinholi.

Não é só São Paulo que vem desarticulando o evento com medo de contribuição negativa para os números da pandemia. Pernambuco e Ceará também anunciaram recentemente a suspensão do ponto facultativo.

Desde o último dia 25 o estado de São Paulo estão sob a fase mais restritiva do Plano SP. Isso porque os indicadores da pandemia preocupam as autoridades sanitárias.