Samara Felippo se desespera após golpe e mostra compras roubadas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Samara Felippo fala sobre golpe (Reprodução Instagram)
Samara Felippo fala sobre golpe (Reprodução Instagram)

Samara Felippo foi mais uma vítima de golpes de aplicativos de entregas que estão ficando mais comuns nas grandes capitais brasileiras. Em meio à crise econômica, desvalorização da moeda e preços cada vez mais assustadores, o número de golpes dados em aplicativos de entrega e restaurantes aumentou nos últimos meses.

"Estou muito p*** da vida, não peço nada nunca mais em aplicativo de entregar. Pedi umas compras, e o entregador me entregou três sacolas com uma garrafa de água dentro, papel e isopor", reclamou a atriz.

Em seus stories, ela mostrou como o entregador embalou para fazê-la pensar que as compras estavam dentro das sacolas. A atriz também alertou seus seguidores sobre o código de entrega dos aplicativos pedido a cada nova compra. "Só deem o código depois de conferir as compras de vocês. Eu estava apressada, resolvendo coisas, ele deixou na porta, eu dei o código e me ferrei", lamentou.

Jogando a real

Em entrevista para Rafinha Bastos, Samara Felippo foi direta ao dizer que já sofreu muitos assédios nos bastidores e que viu colegas perderem papeis ao recusarem testes do sofá. A atriz atuou em novelas da Globo e da Record, e hoje produz também conteúdos próprios em casa.

"Hoje eu olho para trás e vejo os abusos que eu passei, machismo, coisas que a gente nunca enxergou na época. Vejo amigas que perderam papéis porque não deram para o diretor. Existiu esse lugar. Existiu o lugar onde eu sentei para pegar um papel e a pessoa falou: 'Você ia fazer a protagonista, mas você não tem cara de virgem'. Virgem tem cara?", afirmou ela, revoltada.

A atriz afirmou que existe uma pressão estética muito grande nos bastidores da TV, e que enfrentou problemas mesmo sendo uma mulher branca, magra e padrão. "É um pouquinho esse buraco que a gente vai se enfiando. É uma mão na sua coxa em um jantar, é um 'vem cá conversar só eu e você'. Todo o papel eu tinha que estar dois quilos mais magra. E sempre fui magra. Já vem a pressão estética para as meninas".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos