Samara Felippo abre o jogo sobre assédios diários na TV e testes do sofá

Em entrevista para Rafinha Bastos, Samara Felippo foi direta ao dizer que já sofreu muitos assédios nos bastidores e que viu colegas perderem papeis ao recusarem testes do sofá. A atriz atuou em novelas da Globo e da Record, e hoje produz também conteúdos próprios em casa.

"Hoje eu olho para trás e vejo os abusos que eu passei, machismo, coisas que a gente nunca enxergou na época. Vejo amigas que perderam papéis porque não deram para o diretor. Existiu esse lugar. Existiu o lugar onde eu sentei para pegar um papel e a pessoa falou: 'Você ia fazer a protagonista, mas você não tem cara de virgem'. Virgem tem cara?", afirmou ela, revoltada.

A atriz afirmou que existe uma pressão estética muito grande nos bastidores da TV, e que enfrentou problemas mesmo sendo uma mulher branca, magra e padrão. "É um pouquinho esse buraco que a gente vai se enfiando. É uma mão na sua coxa em um jantar, é um 'vem cá conversar só eu e você'. Todo o papel eu tinha que estar dois quilos mais magra. E sempre fui magra. Já vem a pressão estética para as meninas".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos