Sam Smith pede tratamento por pronomes de gênero neutro e afirma que decidiu se aceitar

***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP - 05.04.2019 - Apresentação do cantor britânico Sam Smith, primeiro dia do Lollapalooza Brasil 2019. (Foto: Emerson Santos /Fotoarena/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cantor Sam Smith, 27, pediu nesta sexta (13), em suas redes sociais, para que as pessoas passem a usar os pronomes de gênero neutro da língua inglesa "they" e "them", para se referirem a ele. No post intitulado "Meus pronomes são they/them", ele cita "uma vida inteira" de guerra com seu gênero. 

"Eu decidi me aceitar como sou, por dentro e por fora. Eu estou muito feliz e me sinto privilegiado por estar cercado de pessoas que me apoiam nesta decisão, mas estou muito nervoso para anunciar isso porque eu ligo muito para o que as pessoas pensam", disse o cantor. 

"Eu entendo que haverá muitos erros e desentendimentos, mas tudo o que peço é que, por favor, tente. Espero que você possa me ver como eu me vejo agora", completou o britânico conhecido por sucessos como "Stay with Me".

Smith disse que é cedo demais para explicar "o que significa ser não-binário", mas o anúncio acontece seis meses depois que o cantor se anunciou nas redes sociais como "nem masculino nem feminino", mas flutuando "em algum lugar no meio". 

Após o post desta sexta, Smith recebeu vários comentários de apoio, inclusive de famosos, como Demi Lovato e da cantora Jojo. "Não posso dizer que compreendo perfeitamente o que significa ser não-binário, mas não preciso para apoiar seu direito de se identificar dessa maneira", disse uma fã. 

Smith conquistou quatro prêmios do Grammy em 2015 após lançar seu álbum de estreia "In the Lonely Hour", sobre amor não correspondido. 

Ele se junta a um número crescente de pessoas que desejam ser tratadas pelos pronomes neutros, incluindo a escritora Jill Soloway, 53, a criadora da série de temática transgênero "Transparent", e a atriz Asia Kate Dillon, 34, da série "Billions".