Sam Asghari, namorado de Britney Spears, fala sobre o pai da cantora: “É um completo idiota”

Mayumi Yamasaki
·2 minuto de leitura
Os dois estão juntos desde 2016 (Reprodução)
(Reprodução)

Namorado de Britney Spears desde 2016, Sam Asghari apareceu no Instagram nesta terça-feira (9) para falar sobre o pai e tutor legal da artista, que se chama Jamie. A atitude acontece depois que o documentário “Framing Britney Spears”, lançado no dia 5, lançou luz sobre temas como assédio midiático, críticas e pressão familiar que culminaram na situação complicada em que a cantora se encontra.

Pelos stories, Sam desabafou: “Agora é importante que as pessoas entendam que tenho zero respeito por alguém que tenta controlar o nosso relacionamento e constantemente lança obstáculos no nosso caminho. Na minha opinião, Jamie é um completo idiota”. Ele ainda disse que não entraria em detalhes sobre o assunto para respeitar a privacidade do relacionamento que tem com Britney.

Em uma entrevista à People, que foi publicada na segunda-feira (8), o namorado da artista agradeceu o apoio que ela tem recebido nos últimos anos. “Sempre quis nada além do melhor para a minha metade, e continuar apoiando-a nos sonhos e criação do futuro que merece. Estou ansioso por um futuro normal e incrível ao lado dela”, comentou o ator e personal trainer durante a conversa.

Além de Sam, várias celebridades se manifestaram recentemente sobre a situação atual de Britney. Elas enviaram mensagens de apoio e se manifestaram a favor do movimento #FreeBritney, uma espécie de levante virtual criado por fãs para reivindicar os direitos da cantora. Tudo isso após assistirem a nova série, que foi produzida pelo The New York Times em parceria com o canal FX.

Se ainda não assistiu, confira o trailer:

A situação é complexa. Desde 2008, Britney Spears, uma das maiores artistas da pop music, vive sob a tutela legal do pai, Jamie. Com o estabelecimento da decisão judicial, ele passou a exercer uma espécie de poder moderador sobre suas atividades pessoais, bem como controlar finanças e projetos profissionais.

Em 2020, quase 13 anos após o colapso emocional que a colocou sob vigilância constante, a cantora solicitou junto à corte a suspensão do controle total de Jamie. Em comum acordo com os advogados, ela sugeriu, inclusive, uma nova tutora e a remoção do pai do posto de curador de seu patrimônio. A juíza de Los Angeles, que supervisiona o caso, recusou a petição.

“Minha cliente me informou que tem medo de seu pai”, disse Samuel Ingham 3º, advogado indicado pelo tribunal para representar Spears, à juíza, segundo a agência de notícias Associated Press. “Ela não voltará a se apresentar ao vivo se o pai dela estiver no controle de sua carreira. Estamos em uma verdadeira encruzilhada”.