Salma Hayek e Ricky Martin incentivam permanência em casa devido ao coronavírus

(Reuters) - A estrela mexicana Salma Hayek ofereceu uma mensagem de consolo aos seus seguidores em meio à pandemia de coronavírus ao dizer que "estamos nisto juntos", e o cantor portorriquenho Ricky Martin pediu aos seus fãs que fiquem em casa.

Hayek e Martin se uniram a muitos outros artistas que divulgaram palavras de alento em suas redes sociais, como o cantor uruguaio Jorge Drexler, que pediu para que se "dê um exemplo ao mundo" ficando no lar.

"A única coisa que podemos fazer no dia de hoje é tomar essa decisão responsável de ficarmos em casa", disse Martin em sua conta de Instagram, na qual contou que teve que adiar uma turnê no México para prevenir a propagação do vírus.

"Vemos-nos em breve, amo muito vocês, bênçãos e vamos em frente que vamos ficar bem", acrescentou ele com as hashtags #YoMeQuedoEnCasa, #CoronaVírus, #StayHome.

Hayek, que atuou em "Frida" e "Traffic - Ninguém Sai Limpo", publicou no Instagram uma foto de si mesma recostada em uma cadeira branca em uma varanda mirando o horizonte. Não se sabe se a imagem é recente nem onde foi feita.

"Sei que a maioria de nós está fazendo todo o possível para permanecer em casa e nos distanciar, mas ao menos estamos nisto juntos e pensando nas pessoas mais vulneráveis", escreveu.

Já a cantora chilena Mon Laferte publicou no Instagram uma foto em que aparece em uma cozinha com as palavras "Fico em casa para sempre" (Me quedo en casa forever, na publicação original), enquanto Juanes fez um show no domingo passado no #YouTube com o espanhol Alejandro Sanz, um evento chamado #LaGiraSeQuedaEnCasa (a turnê fica em casa, em tradução livre).

(Por Lucila Sigal)