4 / 14

Mandou bem, mandou mal

Mandou bem

Pedro Cardoso


O ator é conhecido por suas opiniões políticas fortes e mandou bem durante uma participação no programa da TV Brasil, Sem Censura. Ao ser introduzido, Pedro pede desculpas e diz que não irá responder a nenhuma pergunta por ter descoberto que funcionários da emissora estavam em greve. “Diante deste governo que está governando o Brasil, eu tenho muita convicção de que as pessoas que estão fazendo essa greve, provavelmente, estão cobertas de razão”, disse. Pedro continua denunciando a atitude racista do presidente da TV Brasil ao se referir à Taís Araújo. “Eu soube também que o presidente dessa empresa aqui, que é uma empresa que pertence ao povo brasileiro, fez comentários extremamente inapropriados a respeito do que teria dito uma colega minha onde a presença do sangue africano é visível na pele. Porque o sangue africano está presente em todos nós, em alguns de nós está presente também na pele”, finaliza antes de se levantar e sair de cena. A atitude rendeu muitos comentários de pessoas que elogiam Pedro. Reprodução/TV Brasil

Saiba quem mandou bem e quem se saiu mal entre as celebridades em 2017

Entra ano, sai ano, todo mundo continua ligado nos passos das personalidades da mídia. São elas que rendem os melhores (e piores) assuntos durante o ano e em 2017, não foi diferente.

No Brasil, principalmente, muita coisa aconteceu e algumas delas foram boas, outras nem tanto. Em meio tanta informação e representatividade, vários famosos mostraram que não querem só saber de fama, mas também se interessam em passar uma mensagem importante para seu público.

Já outros, escorregaram feio e parecem não se importar em passar vergonha quando decidem dizer o que pensam. Reunimos os nomes que mandaram bem este ano e aqueles que deveriam repensar suas atitudes em 2018. Confira na galeria.