Quem foi Takeoff, rapper que morreu aos 28 anos durante tiroteio em Houston

Rapper Takeoff, do grupo Migos, no Real Street Festival em 2019
Rapper Takeoff, do grupo Migos, no Real Street Festival em 2019. Foto: Scott Dudelson/Getty Images

Resumo da notícia:

  • Morreu o rapper Takeoff aos 28 anos de idade

  • Músico foi baleado em casa de boliche de Houston

  • Rapper já não fazia mais parte do trio Migos

A madrugada desta terça-feira (01) foi marcada pela morte do rapper norte-americano Takeoff com apenas 28 anos de idade. De acordo com o TMZ, o ex-integrante dos Migos foi baleado em uma casa de boliche e bilhar em Houston, no Texas, Estados Unidos.

Fontes afirmam que Takeoff estava no local com Quavo jogando dados, quando começou uma briga e alguém atirou na cabeça do rapper. Mas quem foi ele?

Kirshnik Khari Ball

Nascido em Lawrenceville, no estado da Geórgia, em 18 de junho de 1994, Kirshnik Khari Ball ganhou o nome artístico de Takeoff e ganhou fama a partir do grupo familiar Migos, fundado em 2008.

Atualmente, seu perfil no Instagram já contava com quase 8 milhões de seguidores, em que ostentava estilo, joias, vida de luxo e muito rap.

Migos

Formado por ele, Quavo e Offset, respectivamente seu tio e primo, "Migos" é dono do hit "Bad and Boujee", de 2016, e entrou em ascensão a partir desse estilo voltado para o trap. A discografia dos músicos é marcada pelos álbuns "Yung Rich Nation",de 2015, "Culture", de 2017, "Culture II", de 2018, e "Culture III", de 2021.

Com o grupo, Takeoff foi nomeado a dois Grammys em 2018, em que o Migos concorreu às estatuetas de Melhor Álbum de Rap com "Culture" e Melhor Performance de Rap com o sucesso "Bad and Boujee". Mas Kendrick Lammar levou a melhor nas duas categorias.

Separação

No mesmo ano, o rapper chegou a lançar o álbum solo "The Last Rocket", seu disco de estreia e único de sua carreira além do trio. No entanto, em 2022, houve a separação oficial do grupo, em que Takeoff e Quavo se uniram como duo no lançamento do disco "Only Built For Infinity Links" neste ano.

Rock in Rio cancelado

Inclusive, "Migos" seria uma das atrações do Rock In Rio deste ano, mas cancelaram a participação menos de um mês antes do evento acontecer em meio a boatos de separação e o lançamento de Takeoff e Quavo. Em entrevista ao podcast "Rap Radar", no dia 15 de agosto, o falecido rapper confirmou que o grupo havia acabado como trio. “A química está lá desde o primeiro dia, então nós simplesmente…Nos recuperamos”, afirmou ele ao confirmar que seguiu como duo com Quavo.

Acusação de estupro

De acordo com a Variety, Takeoff foi processado e acusado de estupro em agosto de 2020. A ação diz que a mulher foi atacada por ele em uma festa em junho do mesmo ano. Ela teria buscado ajuda médica em um hospital após o ocorrido e a equipe "observou evidências físicas de estupro" e notificou a polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos.

De acordo com o Pitchfork, o advogado de Takeoff, Drew Findling, chamou as alegações de “comprovadamente falsas”. Em meados de abril de 2021, o Gabinete do Procurador Distrital do Condado de Los Angeles arquivou o processo devido a evidências insuficientes, o que significa que Takeoff não enfrentou acusações criminais.

“Nossa cliente está desapontada com a decisão do promotor do condado de Los Angeles, que mais uma vez mostrou que é suave com o crime e se preocupa mais com os direitos dos réus criminais do que com as vítimas de abuso sexual. Ela espera receber a justiça que merece em seu caso civil”, afirmou Neama Rahmani, advogado de acusação, ao Pitchfork na época.