Saiba que peças, shows, filmes e exposições ver online durante quarentena

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com a pandemia do novo coronavírus, shows que aconteceriam nas próximas semanas foram cancelados ou adiados. Salas de cinema, museus, teatros e galerias foram fechados. Mas muitos deles migraram para o mundo online.

Para enfrentar o momento de reclusão, artistas e produtores ao redor do mundo estão se movimentando para levarem seus trabalhos para a internet. A mostra de documentários É Tudo Verdade, por exemplo, agora vai ter uma parte de seus filmes exibidos digitalmente. Já o Museu do Louvre, em Paris, fechado por tempo indeterminado, convida turistas para a visitação virtual de suas salas.

Músicos estão organizando apresentações com transmissões ao vivo de suas casas ou a partir de casas de show. No Brasil, nomes como o guitarrista Kiko Dinucci e a cantora Paula Fernandes já agendaram shows online, enquanto a casa de orquestra Filarmônica de Berlim disponibilizou —de graça pelos próximos dias— seu acervo de centenas de apresentações gravadas no local.

Confira abaixo uma lista.

MÚSICA

- Gusttavo Lima anunciou em suas redes sociais que está preparando uma transmissão ao vivo de um show em sua casa. “Vou dar um jeito de fazer uma live no meu canal no YouTube. Não sei, um show, um churrasco. Estou pensando na melhor forma de estarmos juntos, independente de qualquer coisa.”

- A dupla sertaneja Matheus & Kauan dá início no dia 18.mar ao projeto Não Vamos Confinar Nossas Vozes, com pequenos shows semanais às 20h. Nas redes sociais, eles também disseram que vão desafiar outros artistas a fazerem o mesmo.

- A cantora Miley Cyrus lançou uma espécie de programa online com conversas com convidados no Instagram. Mesmo sem cantar nas transmissões, ela aparece em casa conversando com os fãs e, no episódio de 18.mar, por exemplo, exibiu uma conversa em vídeo com outra cantora pop, Demi Lovato.

- O festival anual Luck Reunion, que aconteceria nos Estados Unidos em 19 de março foi cancelado, mas o cantor de country Willie Nelson, que se apresentaria no evento, vai tocar na internet. A partir do dia de 19.mar, Nelson e seus filhos, Lukas e Micha, além de Margo Price & Jeremy Ivey vão transmitir suas performances na internet.

- A casa Metropolitan Opera lançou o Nightly Met Opera Streams, em que libera diariamente, às 20h30, performances da série “Live in HD” —com gravações de óperas para serem exibidas no cinema— para serem assistidas na internet. Os vídeos ficam disponíveis por 20 horas.

- A banda de indie pop espanhola Hinds estão publicando tutoriais de como tocar suas músicas. O primeiro deles contou com dicas de como tocar o “Come Back and Love Me”.

- A cantora Charli XCX não está soltando a voz na câmera de seu celular, mas nem por isso deixou de oferecer conteúdo aos fãs em quarentena. Ela está compartilhando um diário, com pensamentos e reflexões sobre o período de reclusão

- Em Portugal, o festival #EuFicoEmCasa contará com 78 artistas se apresentando de casa, por meia hora, ao longo de seis dias, a partir desta terça (17). Entre os escalados, estão António Zambujo, Pedro Abrunhosa e Diogo Piçarra. Saiba mais informações nas redes sociais do evento.

- Em suas redes sociais, Neil Young anunciou que fará uma série de apresentações intimistas, em sua lareira, transmitidas online. Os vídeos serão gravados por sua mulher, Daryl Hannah.

- O Dropkick Murphys, banda americana que mistura punk e música celta, não conseguiram se apresentar no dia de São Patrício, o mais importante do ano para o grupo, por causa do coronavírus. Por isso, em 17.mar, agendaram a transmissão nas redes sociais de um show sem plateia em Boston.

- A cantora Patti Smith, que recentemente esteve no Brasil, decidiu fazer uma pequena apresentação no Instagram na noite de 17.mar, dedicada à cidade italiana de Milão, uma das mais afetadas pelo coronavírus. “Uma pequena pausa da melancolia do isolamento”, ela escreveu.

- A gravadora Universal Music organizou uma espécie de festival remoto para os dias 20 a 29 de março, o Festival Música em Casa. Numa página do Instagram (@festivalmusicaemcasa), serão exibidos pocket shows de mais de 40 artistas, transmitidos ao vivo e diretamente de suas casas. A lista de participantes vai de Michel Teló e Paula Fernandes a Sandy.

- Também em 17.mar, a sertaneja Paula Fernandes agendou um pocket show no Twitter e Instagram, com repertório escolhido pelos fãs. “Quero sempre estar juntinho deles, independente de como for”, disse a cantora.

- Ben Gibbard, vocalista da banda de rock americana Death Cab For Cutie entrará ao vivo no Facebook e no Instagram para pequenas apresentações diárias, sempre às 20h. Ele vai se apresentar de seu estúdio caseiro, e prometeu ainda chamar um ou outro convidado para as sessões.

- A banda americana de hardcore Code Orange transmitiu o show de lançamento de seu mais recente álbum, sem plateia, que aconteceu na última sexta (13). A apresentação com uma hora de duração ainda está disponível online.

- Chris Martin, vocalista do Coldplay, fez o que chamou de “sessões de solidariedade”, tocando hits de sua banda ao vivo no Instagram, com violão e piano.

- O guitarrista Kiko Dinucci sobe ao palco da Casa de Francisca, em São Paulo, em 19.mar, para uma plateia vazia. O show, correspondente ao disco recém-lançado “Rastilho”, será transmitido ao vivo no Facebook.

- A plataforma de streaming de ópera operavision.eu está disponibilizando seu arquivo para acesso gratuito, além de seu canal no YouTube. Além das apresentações gravadas, há um festival dedicado a Mozart previsto para ser transmitido ao vivo no fim do mês.

- A casa de orquestra Filarmônica de Berlim disponibilizou —de graça pelos próximos dias— seu acervo de centenas de apresentações gravadas no local.

CINEMA

- A mostra de documentários É Tudo Verdade, que aconteceria em São Paulo este mês, a partir do dia 26, foi adiada. Parte de seus filmes, ainda não revelados, serão exibidos na internet, enquanto outra parte vai para as salas de cinema quando o festival for retomado, em setembro.

- A Universal Pictures vai disponibilizar filmes para consumidores em casa e em cinemas do mundo todo no mesmo dia de lançamento, começando com a animação “Trolls World Tour”, que estreia nos Estados Unidos em 10 de abril.

- Alguns filmes também têm liberado links individuais. É o caso de "A Morte de J.P. Cuenca", dirigido pelo escritor João Paulo Cuenca e inspirado no seu livro "Descobri que Estava Morto". Assista aqui.

TELEVISÃO

- Os seis canais da Telecine (Premium, Action, Touch, Fun, Pipoca e Cult), com programação de filmes, estarão disponíveis em todas as operadoras de TV por assinatura por tempo indeterminado. Além disso, o serviço de streaming da Telecine, com filmes como “Bacurau” e “Turma da Mônica”, está aberto para uso gratuito pelos próximos 30 dias para novos assinantes.

- A Walt Disney Company abriu o sinal de seus canais na TV por assinatura até o dia 31 de março. Entre os canais estão Disney e Nat Geo Kids, além de ESPN, FOX e National Geographic.

- A plataforma de streaming da Globo, Globoplay, também deixará abertos diversos títulos de sua programação por 30 dias, a partir de segunda (16). A maioria do conteúdo é infantil.

- A operadora Claro TV liberou por tempo indeterminado todos os seus canais, com exceção de HBO Premium, Fox Premium e os canais em Pay-Per-View.

- A Sky TV também liberou diversos canais tanto via sinal aberto quanto via streaming pelo SKY Play. Dentre os canais estão o A&E, AMC, Animal Planet, Arte 1, AXN, Band News, Band Sports, BBC, Bis, Boomerang, Canal Brasil, Cartoon Network, CNN, CNN Brasil, Comedy Central, Discovery, Discovery H&H, Discovery Kids, E!, GloboNews, GNT, Megapix, MTV, Multishow, Nickelodeon, OFF, Paramount, Sony Channel, SporTV, Universal Channel, Viva e Warner.

- Canais pagos do Grupo Bandeirantes como Arte1, BandNews TV, BandSports e Terraviva estarão com sinal aberto, pelas próximas semanas, nas operadoras de TV Net, Vivo, Sky e Claro. O Smithsonian Channel está aberto apenas para assinantes da Net e da Claro.

- A plataforma de streaming da prefeitura de São Paulo, Spcine Play, liberou, na última terça (17), todo o seu conteúdo por 30 dias. Raridades de cinemas importantes para o cinema nacional, como Hector Babenco, Zé do Caixão e Suzana Amaral, podem ser assistidos ali, assim como filmagens de shows e espetáculos apresentados na cidade.

ARTES PLÁSTICAS

- Fechados por tempo indeterminado, museus e centros culturais também têm investido em produção de conteúdo para as redes e lembrado seus visitantes dos recursos que mantêm online. Lá fora, instituições como o Museu do Louvre, em Paris, e o Smithsonian, com filiais em Nova York e Washington, oferecem em seus sites tours virtuais de exposições atuais e passadas. Já o Metropolitan, também em Nova York, fez há três anos vídeos em 360º mostrando as suas dependências —eles estão disponíveis no YouTube.

- A maior plataforma de artes plásticas na internet é, no entanto, o Google Arts & Culture. O projeto reúne exposições virtuais —em que uma ou mais obras são exibidas em detalhes, acompanhadas de explicações sobre técnica e biografia do artista, entre outros— visitas semelhantes àquelas do Google Maps, e artigos temáticos sobre movimentos artísticos e personalidades importantes. Embora museus como o Van Gogh, em Amsterdã, e D'Orsay, em Paris, estejam a um clique de distância ali, também é possível visitar os corredores do Masp, da Pinacoteca, e até do Museu Nacional, destruído pelo fogo há dois anos. Quem quiser aproveitar o período de quarentena para aprender mais sobre arte também pode aproveitar para explorar as coleções dos mais de mil museus no serviço.

- O Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS) disponibiliza informações e acesso a itens que compõem seus acervos museológico e bibliográfico, incluindo acesso a coleções de fotografia, áudio e vídeo

- Há ainda muitos vídeos, artigos e podcasts que estão pipocando em sites como o do Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA).

- O prédio do museu Guggenheim de Nova York, desenhado por Frank Lloyd Wright, está fechado, mas as exposições podem ser exploradas no site e nas redes sociais pela hashtag #MuseumFromHome. O podcast "99% Invisible" disseca a história do emblemático imóvel. Materiais didáticos continuam disponíveis online. Conteúdo também é disponibilizado no canal do museu no YouTube.

TEATRO

- Com o cancelamento dos musicais tradicionalmente preparados pelas escolas americanas, a atriz vencedora do Tony Laura Benanti pediu que estudantes postassem vídeos com as performances que estavam ensaiando. “Quero ser sua plateia”, ela disse. Desde então, a página dela no Twitter está repleta de vídeos de crianças americanas cantando sozinhas ou em grupo.

- Os musicais “A Gaiola”, “Contos Partidos de Amor” e “Vamos Comprar Um Poeta” estarão disponíveis, de graça, na internet entre os dias 20.mar e 22.mar, das 10h às 14h. A iniciativa é da produtora Palavra Z, que vai liberar o conteúdo em seu site oficial.