Saiba quem são os artistas que estão ajudando manifestantes antirracistas nos EUA

Rafael Monteiro
·3 minuto de leitura
HOLLYWOOD, CA - JUNE 15:  Actors Blake Lively (L) and Ryan Reynolds arrive at the premiere of Warner Bros. Pictures' "Green Lantern" held at Grauman's Chinese Theatre on June 15, 2011 in Hollywood, California.  (Photo by Alberto E. Rodriguez/Getty Images)
Blake Lively e Ryan Reynolds (Photo by Alberto E. Rodriguez/Getty Images)

O casal Blake Lively e Ryan Reynolds veio a público no Instagram, na noite deste domingo (31), anunciar uma ajuda de US$ 200 mil (R$ 1,06 milhão, na conversão atual) à organização Fundo de Defesa Legal da NAACP, que tem ajudado manifestantes presos durante os protestos antirracistas nos Estados Unidos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"Nunca tivemos que nos preocupar em preparar nossos filhos para diferentes regras da lei ou o que poderia acontecer se nosso carro for parado. Não sabemos como é viver essa vida dia após dia. Mal podemos imaginar sentir esse tipo de medo e raiva.Temos vergonha de, no passado, termos nos deixado ficar desinformados sobre o quão profundamente racista é o sistema", disse o casal.

Leia também

A publicação foi feita na conta de Blake. Ela continuou: "Estamos comprometidos em criar nossos filhos para que nunca cresçam alimentando esse padrão insano. É o mínimo que podemos fazer para honrar não apenas George Floyd, Ahmaud Arbery, Breonna Taylor e Eric Garner, mas todos os homens e mulheres negros que foram mortos quando a câmera não estava ligada", continuou.

Os protestos se iniciaram em grandes cidades dos Estados Unidos, como Minneapolis, Los Angeles, Nova York e Atlanta, após o assassinato de George Floyd. Em vídeo divulgado nas redes sociais, o policial branco Derek Chauvin aparece apoiado no pescoço de Floyd, enquanto a vítima, um homem preto, pedia socorro, repetidamente: "não consigo respirar". Chauvin foi preso, acusado de assassinato em terceiro grau (quando o responsável pela morte é acusado de agir de forma imprudente) e homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

De acordo com o Hollywood Reporter, outros astros têm ajudado os manifestantes antirracistas. Seth Rogen (É o Fim), Ben Schwartz (Sonic, Parks & Recreation), Steve Carell (The Office), além dos diretores Josh e Benny Safdie (Jóias Brutas e Bom Comportamento), fizeram pequenas doações ao Minnesota Freedom Fund, “um fundo não-governamental para auxiliar pessoas de baixa renda a evitarem os perigos do encarceramento”.

Além deles, o cantor Harry Styles também anunciou em sua conta no Instagram que está ajudando os protestos. "Ser não racista não basta, devemos ser anti racistas... Estou doando para ajudar a pagar a fiança de organizadores presos", falou ele. Veja abaixo alguns artistas que participaram dos protestos nos Estados Unidos:

Ariana Grande

John Cusack

Kali Uchis

Jamie Foxx

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.