Saiba porque sentimos vontade de "esmagar" cães e bebês

Agressão fofa – Reprodução/Pixabay PublicDomainPictures

Você provavelmente já perdeu o controle da fofura e quis esmagar o focinho de um filhote de cachorro ou gato ou mesmo de um bebê. Pois saiba que você não está sozinho e esse fenômeno tem um nome.

Leia mais: Prepare-se para morrer de fofura com ensaios inspirados em Frozen feitos com recém-nascidos

Ele é chamado de agressão fofa e um novo estudo analisou porque isso acontece. A psicóloga da Universidade da Califórnia, Katherine Stavropoulos, conduziu a pesquisa que observou a atividade neural de 54 participantes com idades entre 18 e 40 anos. Eles deveriam olhar 32 imagens divididas em quatro categorias: bebês fofos, não tão fofos, filhotes fofos de animais e não tão fofos já adultos.

Após verem as fotos, os participantes tinham que dizer o quanto concordavam com certas afirmações oferecidas pelos pesquisadores em uma escala de um a 10. Todos se mostraram mais propensos a demonstrarem a “agressão fofa” para os filhotes do que para os animais adultos.

“Essencialmente, para pessoas que tendem a experimentar a sensação de não ser capaz de entender como algo é fofo, acontece uma agressão fofa. Nosso estudo parece enfatizar a ideia de que a agressão fofa é a maneira do cérebro de nos ‘trazer de volta a realidade’ ao mediar nossos sentimentos de serem oprimidos”, explica Katherine.

“Resumindo, se algo é tão fofo que não podemos lidar com isso, nosso cérebro nos proporciona um desejo de apertar ou esmagar para combater sua fofura e nos acalmar, a um ponto que podemos continuar com nossas vidas”, continua.

Leia mais: Você não está preparado para a fofura desta corrida de corgis

Em suma, o sentimento é positivo e indica que essa é uma forma de cuidar de algo que, à primeira vista, nos faz sentir vontade de esmagar. Então pode apertar os bichinhos e bebês a vontade!