Saiba porque os obesos têm maior dificuldade para perder peso

Reprodução/Pixabay PublicDomainPictures

Pesquisadores descobriram o motivo que faz com que os obesos achem mais difícil perder peso. Não é nada fácil eliminar os quilos extras e ao que parece, há uma razão científica para isso.

Leia mais: Após perder mais de 100 quilos, mulher recria fotos da época em que era gordinha

De acordo com os cientistas, o problema reside nas células de gorduras cicatrizadas. A pesquisa foi realizada pela Universidade de Exeter, que analisou essas células em participantes obesos e descobriram que elas estavam urgindo por oxigênio, o que provocou inflamação no tecido adiposo.

Como resultado, este tecido é menos capaz de absorver calorias extras dos alimentos, fazendo com que ele envolva os órgãos vitais, incluindo o fígado, músculo e coração. Isso pode levar a complicações de saúde relacionadas à obesidade, como doença hepática gordurosa e doença cardiovascular.

A boa notícia é que a equipe acredita ter feito um avanço que poderia parar esse processo e ajudar pessoas obesas a perder peso. Eles encontraram uma molécula chamada Lysyl oxidase (LOX), que era mais prevalente em obesos com gordura cicatrizada, e estão desenvolvendo uma droga para evitar que essa molécula se desenvolva.

“Sabemos que pessoas obesas podem sofrer cicatrizes em seus tecidos gordurosos, o que pode dificultar a perda de peso. Essas células de gordura são menos capazes de armazenar o excesso de calorias e, portanto, podem fazer com que a gordura se mova e envolva os órgãos, como o fígado. Nossa pesquisa teve como objetivo ver o que impulsiona isso e talvez haja uma droga em potencial para ser desenvolvida e impedir que isso aconteça”, disse Katarina Kos, da Faculdade de Medicina da Universidade de Exter.

Leia mais: Saiba três maneiras simples de queimar gordura todos os dias

Mesmo assim ela indica que pessoas com sobrepeso devem continuar tentando controlar a ingestão de calorias. “Algo tão simples como uma caminhada após as refeições pode ajudar a queimar calorias sem sobrecarregar o tecido adiposo, o que pode impedir que ele cause cicatrizes”, aconselha.