Saiba porque as mulheres nunca devem depilar a virilha de acordo com ginecologista

Reprodução/Pixabay PublicDomainPictures

Se você é mulher, já sabe: um dos rituais mais comuns de beleza desde cedo é depilar a virilha. Pesquisas apontam que 87% do público feminino fazem a manutenção dos pelos pubianos nessa região, principalmente no verão quando ostentam seus biquínis na praia e piscina.

Leia mais: Para alertar mulheres, médico mostra vídeo de preenchimento labial que deu errado

Mas de acordo com uma ginecologista, isso pode fazer mal à saúde. Em entrevista ao The Independent, a doutora Vanessa Mackay explica que os pelos são fundamentais para manter uma boa higiene feminina.

“Pelo pubianos oferecem uma barreira natural para manter tudo limpo, diminuem o contato com vírus e bactérias e protegem a pele delicada da vagina. Enquanto protege contra doenças e problemas de pele, eles também impedem que partículas entrem no corpo e ajudam a controlar a umidade dessa área, o que reduz as chances de infecções”.

Remover os pelos da virilha ou mesmo da vagina, seja com lâmina ou cera, pode irritar e inflamar os folículos, o que pode causar feridas. “Quando essa irritação é combinada com o ambiente quente e úmido dos genitais, ela se torna um parque de diversões para bactérias que podem causar doenças”, completa.

Leia mais: Jovem grava momento em que perde as sobrancelhas por causa de produto comprado na internet

Além disso, os pelos também reduzem o risco de se contrair doenças sexuais, já que o atrito dificulta a contração. Outro ponto de atenção são pelos encravados. Embora a maioria se cure sozinho, o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido indica que não se esprema nem tente desencravar, pois isso também gera graves infecções.