Saiba por que beijar faz bem para a saúde

O beijo tem benefícios cientificamente comprovados para a saúde. [Foto: Getty]

Beijar é uma forma indiscutível de demonstrar a sua paixão pela pessoa que você ama, mas você sabia que o beijo também oferece benefícios, cientificamente comprovados, para a sua saúde?

Receba no seu Whatsapp as novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais)

De acordo com especialistas, beijar pode fazer de tudo, desde fortalecer a imunidade até proteger contra as cáries.

Além disso, é uma excelente maneira de reduzir seus níveis de estresse e melhorar o humor.

Então, seja aconchegado no sofá com aquela pessoa especial ou tomando coragem para dar o primeiro beijo em alguém novo, veja abaixo uma lista de incentivos para beijar mais.

Leia mais: Conselhos para salvar o seu relacionamento, na alegria e na tristeza

Ajuda a perder peso (de certa forma)

Beijar pode não queimar tantas calorias quanto caminhar na esteira, mas é uma forma de acelerar o seu metabolismo e mantê-lo funcionando em uma velocidade duas vezes maior do que o normal.

Um estudo conduzido pelo Dr. Alexander DeWees revelou que um beijo apaixonado, com duração de cerca de vinte segundos, pode queimar de duas a três calorias por minuto, o que significa 180 calorias, se você conseguir continuar por uma hora.

Sim, sabemos que você não vai poder substituir seus treinos na academia por uma sessão de beijos, mas na próxima vez em que estiver no sofá assistindo Netflix, não custa nada queimar algumas calorias extras.

Melhora a saúde bucal

Beijar aumenta a produção de saliva, que ajuda a remover as bactérias causadoras de cáries e a combater a deterioração dos dentes e o acúmulo de placa.

“Não é exagero dizer que a saliva é a defesa mais poderosa da boca contra a cárie,” explica um especialista do mydentist.

“A boca seca não apenas pode levar a cáries, mas também traz mau hálito e gengivite, algo muito mais sério. A saliva ajuda a remover os resíduos de alimentos dos dentes, e embora não seja algo em que pensamos ao beijar alguém, vale a pena saber que o aumento da produção de saliva é ótimo para a sua saúde bucal”.

Apesar de tudo isso, antes de cancelar aquela ida ao dentista, lembre-se de que as bactérias que causam cáries também podem ser transmitidas pelo beijo, especialmente se a outra pessoa tiver maus hábitos bucais.

Mas nesse caso você provavelmente não iria querer beijá-la mesmo sem esta nova informação, certo?

Mantém o coração saudável

Um bom beijo pode ajudar a manter os níveis de colesterol e pressão arterial baixos.

“Um dos resultados de um bom beijo é a dilatação dos vasos sanguíneos, reduzindo a pressão até chegar a níveis adequados,” explica Zoe Coetzee, especialista em união de casais da Seventy Thirty.

Um estudo envolvendo pessoas casadas e que moravam juntas descobriu que os beijos mais frequentes reduzem o estresse, aumentam a satisfação com o relacionamento e diminuem os níveis de colesterol. Além disso, como o estresse é um fator de risco amplamente conhecido para doenças cardíacas, beijar pode ser uma forma de manter o coração saudável.

Tonifica os músculos faciais

Embora um selinho rápido use poucos músculos faciais, um beijo vigoroso envolve incríveis 29 músculos do rosto – além de 100 outros espalhados pelo corpo.

Então, se você está começando a sofrer com a maldição da papada flácida, dedique-se a uma sessão de beijos intensos regularmente.

Diminui o estresse

Teve um dia estressante no escritório? Afaste a tensão com um bom beijo.

“Quando beijamos, as reações químicas desencadeadas pelo toque, a intimidade e o ato de beijar levam a uma redução dos níveis de cortisol,” explica Zoe Coetzee. “O cortisol é liberado pelo córtex adrenal em resposta ao estresse, que pode ser naturalmente combatido pelos beijos”.

Faz com que você seja mais feliz

O beijo leva o cérebro a liberar uma feliz mistura de substâncias químicas do bem-estar, como a dopamina, responsável pelas sensações de desejo e união, a serotonina, que melhora seu humor, e a oxitocina.

“A dopamina está associada com a sensação de recompensa e euforia, que aumentam durante um beijo,” explica Zoe Coetzee.

“A ciência provou que a serotonina, responsável por equilibrar seu humor, também é liberada quando nos beijamos. A deficiência de serotonina pode levar à depressão, já que esta é uma substância importante para a regulação do bem-estar. Esta mistura excitante, desenhada para fazer você se sentir bem e querer mais, é mais uma razão para investir em uma sessão de beijos”.

Diminui a dor

Durante um beijo quente, cheio de paixão, seu corpo libera adrenalina, que pode reduzir a sensação de dor. Se associarmos isso com as endorfinas que atenuam a dor e são liberadas em momentos de intimidade física, beijar se torna uma arma dupla para combater aquela dor de estômago incômoda.

Fortalece a imunidade

“Pode parecer estranho, mas pesquisas mostraram que as bactérias que você compartilha com o seu parceiro durante um beijo ajudam a fortalecer o seu sistema imunológico,” explica um especialista do mydentist.

“Estudos realizados na Holanda, em 2014, descobriram que 80 milhões de bactérias são transferidas durante um beijo de dez segundos, e em vez de nos levar a ficar doentes, isso ajuda a aumentar as defesas do nosso corpo”.

Gostaríamos de ver mais evidências antes de tirar conclusões precipitadas, mas tudo indica que esta é mais uma razão para beijar com mais frequência no seu dia a dia.