Diretor revela motivo que quase fez Leonardo DiCaprio perder papel em "Titanic"

Leonardo DiCaprio como Jack em
Leonardo DiCaprio como Jack em "Titanic". (Foto: Divulgação/20th Century Studios)

"Titanic" mudou completamente a carreira artística de Leonardo DiCaprio, mas o ator vencedor do Oscar quase perdeu o posto de protagonista do filme por causa de sua atitude inicialmente indiferente ao processo de escalação.

De acordo com James Cameron, diretor do longa, o jovem ator acreditava que o papel havia sido oferecido a ele e que não teria que realizar mais testes com a produção. Quando chegou o momento de realizar uma audição ao lado de Kate Winslet, ele recusou. “Ele disse ‘não leio [para testes]’ e eu respondi ‘bom, obrigado por ter vindo’”, revelou o cineasta em entrevista à "GQ".

Depois da “dispensa” de Cameron, DiCaprio aceitou realizar um teste ao lado de Winslet. “Houve uma reunião com o Leo e então um teste de cena com o Leo”, relembrou o diretor. “Essa reunião foi interessante porque estava sentado em minha sala de conferência, esperando para conhecer um ator. E eu olho ao redor, todas as mulheres do escritório estão na reunião. Todas elas queriam conhecer Leo. Foi bem engraçado.”

Ainda segundo o diretor, DiCaprio continuou parecendo desinteressado na leitura, mas tudo mudou quando ele entrou no personagem. “As nuvens escuras se dissiparam e o sol brilhou, iluminando o Jack”, brincou Cameron.

Lançado em 1998, o filme "Titanic" conta a história de amor entre um artista pobre e uma jovem rica, que se conhecem e se apaixonam durante uma viagem a bordo do Titanic, em 1912. Rose é noiva de um arrogante herdeiro de siderúrgica e decide desafiar sua família e amigos para viver um relacionamento verdadeiro com Jack.

Terceira maior bilheteria da história, "Titanic" custou US$ 200 milhões ao estúdio e arrecadou mais de US$ 2,201 bilhões ao redor do mundo. O longa fica atrás somente de "Vingadores: Ultimato" (2018) com US$ 2,797 bilhões e de "Avatar" (2010) com US$ 2,847 bilhões.