Saúde mental: quando saber o seu limite para ajudar alguém?

Getty Images
Getty Images

Atualmente, quase todo mundo conhece alguém que sofre com algum transtorno psicológico. Depressão, ansiedade, entre outros distúrbios mentais se tornaram cada vez mais comuns nos últimos tempos e já passou da hora de falarmos sobre isso abertamente. Quando alguém que amamos revela enfrentar algo assim, sempre queremos fazer o possível para ajudar, mas a verdade é que precisamos tomar certos cuidados para que não acabemos afetando a nossa própria saúde mental com isso.

Para comemorar o setembro amarelo, em que colocamos assuntos relacionados a distúrbios psicológicos em destaque, o Purebreak Brasil entrevistou a psicóloga Livia Marques para saber qual o limite que devemos adotar na hora de ajudar alguém que precisa.

Para a profissional, a primeira coisa que temos que entender é que precisamos dar mais oportunidades para o diálogo sobre saúde mental no nosso país. Sem que tenhamos conhecimento e possamos acabar com mitos preconceituosos, não temos como ajudar ninguém. "Auxiliar e ter informações para ajudarmos precisa ser acessível a todes", afirma.

Holding Hands The Crown GIF - Holding Hands The Crown Hold My Hand GIFs
Holding Hands The Crown GIF - Holding Hands The Crown Hold My Hand GIFs

Como saber se estamos passando dos nossos próprios limites?

Marques ainda explica que, para saber quando estamos cruzando...

Leia +


Leia +

9 termos da saúde mental para você entender: burnout, estafa e mais
De Justin Bieber a Ariana Grande: 7 artistas que já suspenderam shows por saúde mental
Caio Castro desabafa sobre saúde mental e rotina dos artistas: "Tem desgaste"