'Sósia' de Gil do Vigor arrisca 'tchaki tchaki' e viraliza

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Internautas e fãs de Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor, encontraram na Internet um sósia do ex-brother. Richie Floyd, candidato a vereador na cidade de São Petersburgo, na Flórida, Estados Unidos, recebeu inúmeras mensagens e levou bem a situação.

"Ok, então, o Twitter brasileiro decidiu que pareço um cara do Big Brother Brasil, e minhas menções explodiram", escreveu Floyd. Em outra sequência de tuítes ele arriscou mencionar o famoso "tchaki tchaki", criado por Gil.

"Tchaki tcha!", escreveu o norte-americano. "Espero que esteja certo", completou o candidato a vereador. Em outro tuíte ele ainda disse: "Falando sério, votem no Lula. Ele é uma inspiração", atendendo pedidos de internautas. Além disso, ele mudou seu nome na rede social para Richie do Vigor.

Os fãs do economista fizeram uma comparação entre a foto de perfil de Floyd no Twitter e uma foto de Gil. No registro, o vereador usa uma camisa social rosa, marca registrada do ex-BBB durante o programa, em especial nas noites de eliminação.

Recentemente, Gilberto foi homenageado pelo seu time do coração, o Sport Clube do Recife no clássico disputado neste domingo (16) contra o Náutico. Na partida do Campeonato Pernambucano que terminou empatada em 1 a 1, o gol do Leão, feito por Everaldo, foi comemorado pelos jogadores dançando o "tchaki tchaki".

Horas antes da partida, o clube anunciou outra iniciativa contra a homofobia. As camisas usadas pelos jogadores na partida trariam o nome dos atletas acompanhadas de "do Vigor", mais uma homenagem ao ex-BBB que ficou conhecido nacionalmente como Gil do Vigor.

"O Sport é Do Vigor e contra a homofobia. Hoje, vamos perfilar de manto marcado com alguém que nos dá muito orgulho: Gilberto Nogueira. As camisas serão vendidas e todo o dinheiro arrecadado será doado ao Instituto Boa Vista, ONG de pautas LGBT", compartilhou a páginda do clube no Instagram.

E não parou por aí: os atletas entraram em campo com uma grande faixa que dizia "não à homofobia". Gil compartilhou no Stories, de seu Instagram, vídeos torcendo pela vitória do clube "em nome de Jesus" e agradecendo às homenagens que recebeu. "Por isso amo esse time", escreveu.

As iniciativas acontecem após áudio com ataques homofóbicos feitos por um dirigente do clube pernambucano vazar na internet nesta sexta-feira (14).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos