Ruy Castro ganha o prêmio Machado de Assis, da ABL, pelo conjunto da obra

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O escritor carioca Ruy Castro é o vencedor deste ano do prêmio Machado de Assis, concedido pela Academia Brasileira de Letras ao conjunto da obra de um autor.

Castro, de 73 anos, se notabilizou como um dos principais biógrafos do país, tendo se dedicado a escrever sobre a vida do dramaturgo Nelson Rodrigues, da cantora Carmen Miranda e do jogador Garrincha, por exemplo.

O prêmio literário é escolhido pelos imortais da Academia desde 1941, mas estava suspenso desde 2017 devido à crise econômica. Foi retomado agora com patrocínio da Light, que garante sua existência por mais dez anos.

Já foram agraciados com o troféu autores como Cecília Meireles, João Guimarães Rosa, Rubem Fonseca e Antonio Candido. O mais recente foi o historiador baiano João José Reis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos