"Round 6", da Netflix, é acusada de machismo e misoginia, diretor rebate

·2 minuto de leitura

A série Round 6, da Netflix, é um sucesso inegável. Todo mundo está comentando o hit coreano e muita gente achou a forma como as personagens mulheres são tratadas de forma (muito) machista. O O diretor da série, Hwang Dong Hyuk, rebateu as acusações, defendendo que as atitudes estavam 

Nas redes sociais, o tema foi debatido por brasileiros que se incomodaram com o tratamento dado às mulheres. E, daqui para frente, esteja avisado: tudo são spoilers.

Leia também:

Sexo para sobreviver

Entre os momentos que mais incomodaram o público em relação à forma como as mulheres são tratadas está a cena em que Han Mi Nyeo (Kim Joo Ryeong) faz sexo com Jang Deok-su (Heo Sung-tae) para conseguir ajuda e subir no jogo. A cena foi criticada por não ter sensibilidade ou perspectiva de gênero. 

Sobre esse momento, o diretor afirmou: “Acho que não é que a Han Mi Nyeo use seu corpo como mercadoria, mas sim que, em um caso como aquele, qualquer pessoa colocada em uma situação extrema agiria da mesma forma para salvar a própria vida. Não criei a cena com a intenção de diminuir as mulheres. Considero que aquela é uma atitude humana, dadas as piores condições", disse o diretor, em uma entrevista por vídeo.

Mulheres como decoração ou mobília

E, quando os VIPs chegam ao jogo e as mulheres, nuas, usando apenas pintura corporal, são tratadas como objetos de decoração ou mobília também chamou a atenção. Mas o diretor fez questão de explicar que não há apenas mulheres na cena. 

"Essa cena não foi feita para objetificar as mulheres, ela representa o fato de que o poder dos VIPs pode fazer com que qualquer coisa aconteça, até transformar mulheres em objetos, mas, se você olhar com mais atenção, vai perceber que nem todas ali são mulheres, também há homens. Essa cena foi feita para mostrar um ambiente que transforma humanos em objetos de entretenimento", justifica ele. Yahoo! verificou a cena e viu que, realmente, também há homens. 

Outros momentos de machismo

Apesar das explicações do diretor, outras cenas incomodam. As mulheres, por exemplo, nunca são escolhidas para participarem dos times, por serem consideradas mais frágeis. Outro momento difícil de engolir é o momento em que um dos agentes do jogo diz para o policial disfarçado que está no jogo em busca de seu irmão desaparecido que o irmão dele não tinha sido morto, porque quem havia sido morta no lugar havia sido uma mulher, que teve o corpo estuprado em grupo e diz que não teriam feito isso com um homem. Misoginia difícil de explicar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos