Roteiro de "Rust" não previa disparo de arma, diz Hollywood Reporter

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Ator Alec Baldwin em Nova York
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

LOS ANGELES (Reuters) - Uma integrante da equipe que trabalhava no filme "Rust" no mês passado disse em uma ação judicial que em nenhum momento o roteiro previa o disparo de uma arma durante um ensaio de cena com o ator Alec Baldwin, de acordo com a publicação Hollywood Reporter.

Baldwin matou por acidente uma diretora de fotografia quando a arma, carregada com munição letal, foi disparada no set de filmagem.

O processo foi aberto na cidade norte-americana de Los Angeles nesta quarta-feira por Mamie Mitchell, supervisora de roteiro do faroeste de baixo orçamento que estava sendo gravado no Novo México, e menciona Baldwin e os produtores do filme.

Mitchell alega ter sofrido inflição intencional de distúrbio emocional e inflição deliberada de dano, noticiou a Hollywood Reporter nesta quarta-feira, citando uma cópia dos documentos judiciais que obteve.

Trata-se do segundo processo aberto em reação ao incidente fatal. Autoridades de Santa Fé ainda estão investigando, e nenhuma acusação criminal foi registrada.

O processo disse que o roteiro pedia três closes de câmera para a cena: um dos olhos de Baldwin, outro de uma mancha de sangue e um terceiro do torso do ator "enquanto ele alcançava o coldre com a mão direita e retirava a arma. Não havia nada no roteiro sobre a arma ser disparada pelo acusado Baldwin ou por qualquer outra pessoa", diz o processo.

Não foi possível contatar Baldwin ou os produtores do filme de imediato para obter comentários.

(Por Jill Serjeant)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos