Ronan Souza, marido de Pocah, repudia ataques racistas à filha da funkeira: "Inadmissível, sinto revolta"

Em seu perfil no Instagram, Ronan Souza, marido de Pocah, repudiu os ataques racistas sofridos pela filha da funkeira. Vitória, de cinco anos, foi alvo dos ataques criminosos após a mãe votar em Juliette e se desentender com a sister no 'BBB21'.

"Inadmissível o que está acontecendo. Não tenho palavras, é uma criança de cinco anos. O sentimento é de revolta. O que eu posso fazer é por medidas legais. Mas surreal. Agora eu vou subir, fingir pra ela que não aconteceu nada, fazer ela brincar, ver filme. Mas com o coração bem apertado, bem dolorido", lamentou Ronan.

Leia também:

Pouco depois, o marido de Pocah afirmou que a equipe da funkeira conseguiu identificar os criminosos nas redes sociais. "Vocês que foram no perfil da vitória falar merda para uma CRIANÇA, joga o chip fora, já achei 4 de vocês. João Pessoa, Florianópolis e 2 do Rio. Jaja tem uma surpresinha", escreveu.

Nas redes da sister, a equipe de Pocah soltou uma nota de repúdio, reforçando que racismo é crime. "Conseguiu ler tudo? Se você conseguiu ler a tudo isso sem chegar ao final com o estômago embrulhado e até certa vergonha de ser humano, pare aqui! Esse texto não é para você. É louco pensar que essas mensagens, direcionadas a uma criança de 5 anos, são motivadas exclusivamente porque a mãe dela resolveu... votar em um jogo de votação, né? O que está acontecendo no mundo? O que está acontecendo com as pessoas? Racismo! Crime! Um crime sendo cometido sob os nossos olhos por contrariar os gostos de um público de reality show"".