Romana Novais fala de parto prematuro por complicações da Covid-19: "Foi um milagre"

·2 minuto de leitura

Romana Novais fez uma série de vídeos em seu Instagram neste domingo (7) desabafando sobre o parto prematura de sua filha com Alok, Raika, que nasceu com 32 semanas. A médica foi diagnosticada com Covid-19 em uma visita de rotina ao hospital para tomar a vacina da Tríplice Bacteriana, e pouco depois desenvolveu uma Coagulação Intravascular Disseminada (CIDV), complicação perigosa que causa forte sangramento na placenta.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

“Tive um pouco de dor no corpo e achei que era só por causa da vacina. Além disso também estava com dor local na vacina então acreditei mesmo que fosse somente isso. Até que a dor no corpo começou a ficar mais intensa e a me incomodar muito. Sentia muita dor no corpo, uma dor que não dava para explicar, parecia que meus ossos tinham quebrado de tanta dor”, desabafou Romana.

Veja também

Quando desenvolveu uma febre, a médica foi internada e precisou fazer um parto prematuro. Romana alertou para os perigos da Covid-19 em gestantes, e explicou que jamais imaginou que fosse ter tantas complicações por causa do vírus. "Nem esperava que eu fosse conseguir fazer um parto natural, estava com muita dor, mas ela precisava sair. O quadro se estendeu pelo meu corpo e estava correndo risco de vida, foi uma situação muito complicada. Graças a Deus estou viva. Fiquei na UTI logo em seguida, a Raika também. Eu não tive opção, não pude pegar no colo, não pude amamentar, não pude ter meu golden hour com ela. Tudo isso por conta do Covid. Foi um milagre”.

Romana recebeu alta e está em isolamento ao lado de Alok, enquanto a filha Raika permanece internada na UTI para prematuros sem previsão de alta.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos