Rogéria tem estado de saúde agravado, mas empresário crê em recuperação rápida

(Foto: Divulgação)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A atriz Rogéria, 74, que gosta de se definir como “a travesti da família brasileira”, continua internada em estado grave na Casa de Saúde Pinheiro Machado, em Laranjeiras na zona sul do Rio de Janeiro.

O empresário e amigo da atriz, Alexandro Haddad, afirmou que Rogéria teve uma crise convulsiva durante a tarde e que ela está respirando com auxílio de aparelhos. “Ela estava super bem, cuidando da infecção, quando teve uma convulsão. Estamos rezando e tenho muita fé que ela vai sair dessa. Nem desmarquei a agenda dela.”

Para manter sua privacidade, Rogéria foi internada na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) por conta de uma infecção urinária na manhã desta quinta (13). Contudo, seu quadro de saúde piorou após ter uma convulsão. O empresário afirma que a atriz foi rapidamente socorrida, e a infecção está generalizada.

O empresário e a atriz moram juntos há mais de dez anos no Leme, na zona sul carioca. Haddad contou que a atriz Leandra Leal e a mãe dela, Ângela Leal, fizeram uma vista a Rogéria na tarde desta sexta. Segundo o empresário, as duas estavam arrasadas.

Rogéria participou da divulgação do filme “Divinas Divas”, de Leandra Leal, e esteve em alguns programas de televisão recentemente, entre eles, “Encontro com Fátima Bernardes” e “Sem Censura”. Ela também participou da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que aconteceu no dia 18 de junho, no trio elétrico batizado com o mesmo nome do documentário de Leandra.

O filme “Divinas Divas” celebra os 50 anos de carreira de Rogéria, Jane Di Castro, Divina Valéria, Camille K, Fujika de Halliday, Eloína dos Leopardos, Brigitte de Búzios e Marquesa —que faleceu em 2015—, pioneiras em shows de transformistas no país e atrações frequentes do palco do teatro Rival, que pertenceu ao avô da atriz e diretora e que hoje está sob seu comando.