Rodrigo Sant'Anna relembra época em que escondeu homossexualidade e quer adotar filho

***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 13.02.2016: SHOW-SP - O ator Rodrigo Sant'Anna. (Foto: Greg Salibian/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Convidado do programa Altas Horas (Globo) na noite deste sábado (29), Rodrigo Sant'Anna abriu o jogo sobre seu casamento com o roteirista Junior Figueiredo, com quem está casado há mais de um ano. Ele afirmou que escolheu fazer uma cerimônia intimista na época, mas que acabou sendo "descoberto" pelos jornalistas. 

"Não anunciei, o povo que divulgou. Começaram a divulgar que eu tinha assumido, saído do armário, virado gay, enfim. Realmente, eu casei. Falaram que eu tinha ido para casa de festa, mas foi lá em casa, um almoço, fiz uma moqueca", disse o ator do seriado "Tô De Graça" (Multishow).

Os dois se casaram no dia 2 de fevereiro no Rio. Ele também relembrou momentos de sua vida em que sofreu preconceito, e afirmou que tinha dificuldades em se aceitar. "Me assumir gay ali era algo muito delicado até para os próprios familiares. Sempre foi um receio muito grande como seria recebida essa informação", disse ele.

"Só que chegou um momento que eu não queria mais. Fui fazer Amor e Sexo, programa com a Fernanda, lembro de uma pergunta: 'Você já recebeu fio terra?'. Falei: 'Aqui não, só sai'. Ficar fazendo esse tipinho? Não sou eu, cansei de representar na minha própria vida, então quero ter a oportunidade de ser eu. Gente, eu sou gay, desculpa se isso for incômodo para alguém", acrescentou.

Com o apoio de hoje, Sant'Anna planeja ter um filho. Em uma entrevista ao jornal Extra, ele afirmou que tem a intenção de adotar uma criança. Atualmente ele mora com o marido, dois casais de cães e dois gatos.