Rodrigo Sant’Anna cobra autoridades sobre vacinação

·1 min de leitura
Rodrigo Santana posta foto em suas redes sociais (Instagram)

De volta ao trabalho, Rodrigo Sant’Anna, 40 anos, fez um desabafo contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O humorista, que esteve internado no final do mês passado, no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, após contrair a covid-19, falou sobre as ações que o Governo Federal tem tomado em relação à compra de vacinas.

“Acho uma boçalidade do nosso presidente. Não consigo conceber uma negociação para a compra da vacina ser interrompida por falta de inteligência e arrogância exacerbada de Jair Bolsonaro. Por causa dele, perdemos a possibilidade de já termos vacinado todos. Estamos muito atrasados, assustados e com medo. Peço para que os governantes façam tudo para reverter esse atraso. A população não pode mais sofrer. Já perdemos muitas pessoas. É assustador pensar que já poderíamos estar vacinados”, disse.

Leia também:

“A preocupação é saber como a covid-19 vai se manifestar em seu organismo. E isso vai se agravando ao longo dos dias. Como eu estava com uma febre persistente e já havia feito a tomografia lá pelo sexto dia, fiquei em estado de alerta. Um dos momentos mais assustadores foi quando o oxímetro mostrou que eu estava com baixa oxigenação, além de estar com pulmão comprometido e febre. Eu sabia que precisava ir para o hospital”, relembrou Rodrigo.

“A covid é um vírus assombroso. Mexe com uma questão mental porque você fica mais sensível, potencializa os seus maiores medos e pavores. Cuidem-se, não facilitem. É muito ruim passar por tudo isso”, publicou a coluna do jornalista Ancelmo Gois.