Eleições 2020: Maia diz que Bolsonaro volta agora ao "tamanho normal" após votação expressiva em 2018

Colaboradores Yahoo Notícias
·3 minuto de leitura
Foto: SERGIO LIMA/AFP via Getty Images
Foto: SERGIO LIMA/AFP via Getty Images

As eleições municipais de 2020 podem ser um grande termômetro para medir o tamanho da influência de Jair Bolsonaro (sem partido) sobre os eleitores. Para Rodrigo Maia (DEM-RJ), no entanto, o presidente “está voltando ao tamanho normal”.

Na visão do presidente da Câmara dos Deputados, muitos candidatos que tiveram apoio de Bolsonaro durante a campanha eleitoral enfrentaram dificuldades para decolar. Alguns correm risco até de não irem ao segundo turno.

Mais sobre Eleições 2020:

“Havia em 2018 um sentimento que ele acabou representando, mas não necessariamente era a base dele. A base dele sempre foi até o momento da facada e até o voto útil, um candidato de 18%, 20%. A avaliação positiva era perto disso com 23%, 24% de ótimo e bom“, avaliou Maia a jornalistas depois de votar no Rio de Janeiro.

Maia disse ver uma influência menor do presidente, especialmente nas grande capitais do país.

“Eu acho que agora (Bolsonaro) representa o tamanho do núcleo dele que era muito menor que os 46% de intenção de voto que ele teve, ele está voltando ao tamanho normal e a influência é menor, especialmente nas capitais onde a cobrança é muito maior do que nos municípios do interior", ponderou o deputado.

Apesar da avaliação, Maia não cravou que o presidente sairá mais fraco do pleito iniciado neste domingo (15), afirmando que é preciso esperar o resultado final das apurações.

Eleições municipais em todo país

As Eleições 2020 movem praticamente todo país neste domingo. Por conta do coronavírus, essa tem sido uma eleição diferente, com horários estendidos e mais critérios de segurança sanitária.

Uma questão que levanta muitas dúvidas ao longo processo é o famoso coeficiente eleitoral. Bem resumidamente, é a divisão do número de eleitores pelo número de vagas (nós explicamos com detalhes AQUI). Cada cidade, então, tem seu coeficiente eleitoral.

Se você ainda não votou, leve de preferencialmente uma caneta própria para assinar o caderno dos mesários. E não se esqueça de conferir quais são os documentos necessários para votar. Por conta da pandemia, as urnas estão abertas das 7h às 17h (horários de Brasília).

Caso não esteja presente na cidade onde você está apto para votar, é possível justificar seu voto. Para saber como, siga nosso guia clicando AQUI. O segundo turno ocorrerá em dois domingos, no dia 29 de novembro de 2020.

O que faz um prefeito?

O Estado se divide em três poderes o Executivo, Legislativo e Judiciário, e o prefeito é o chefe do Poder Executivo. Ou seja, é responsabilidade do prefeito administrar a cidade que exerce suas funções. Para mais detalhes da função CLIQUE AQUI e para saber quanto ganha um prefeito, CLIQUE AQUI.

O que faz um vereador?

Eleito por votos da população, o vereador que é um agente político, trabalha no Poder Legislativo da esfera municipal da federação brasileira. Lembrando que o Brasil é dividido em três grupos de poder: União, Estados e Municípios. Pode-se dizer que o vereador exerce um papel similar ao dos deputados e senadores fazem nas esferas Estados e União. Para mais detalhes da função CLIQUE AQUI e para saber quanto ganha um vereador, CLIQUE AQUI.