Rodrigo Faro diz que a ficha não caiu e que substituir Gugu 'foi uma honra'

LEONARDO VOLPATO
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 23.10.2018: Apresentador Rodrigo Faro (Record) durante seu aniversário em São Paulo. (Foto: Marcus Leoni/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O apresentador Rodrigo Faro se emocionou ao falar sobre a perda de Gugu Liberato, 60, no Jornal da Record, na noite desta sexta-feira (22). O apresentador morreu ao cair em sua casa em Orlando e bater a cabeça. Outros famosos repercutiram a morte.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Faro foi lançado na TV por Gugu, já que ele era integrante do grupo Dominó desde os 17 anos. "São tantas as imagens que guardo dele nesses mais de 30 anos. Participei por todos os programas dele. E Deus quis que eu viesse a substituí-lo nos domingos da Record. Foi uma honra", disse.

Leia também

Ele completa falando mais da importância de Gugu em sua trajetória. "Não dá para falar da minha vida profissional sem ele. Ainda não caiu a ficha, não dá para imaginar", completou.

Faro também revelou que tinha falado havia pouco tempo com Gugu, ao telefone. "A grandiosidade dele era muito legal, era um cara simples, generoso, amigo. Ele transmitia paz a todos", afirmou.

Rodrigo Faro terminou o papo, ao vivo, falando sobre Gugu ser sempre uma referência de profissionalismo para outros apresentadores. "Quanta coisa aprendi com ele."

Acidente

Gugu Liberato, 60, teve a morte anunciada nesta sexta-feira (22). Ele morreu em um hospital em Orlando, no estado americano da Flórida, onde estava internado desde quarta (20). O apresentador, que morava em um condomínio nos arredores da cidade, caiu de uma altura de quatro metros, quando fazia um reparo no ar-condicionado instalado no sótão.

Gugu foi encaminhado a um hospital Orlando Health Medical Center. Devido à gravidade de seu estado, não foi indicado qualquer procedimento cirúrgico. Durante o período de observação, foi constatada a ausência de atividade cerebral, segundo a nota de falecimento, que não especifica a data exata da morte.

"Nosso Gugu sempre viveu de maneira simples e alegre, cercado por seus familiares e extremamente dedicado aos filhos. E assim foi até o final da vida, ocorrida após um acidente caseiro", escreveu a família, em nota. Ainda não há detalhes sobre o traslado do corpo para o Brasil. 

Gugu Liberato deixa a mulher, Rose Miriam, e três filhos: João Augusto, de 17 anos, e as gêmeas Marina e Sofia, de 15. Atendendo a uma vontade dele, a família autorizou a doação de todos os órgãos.