Rodrigo Constantino abandona debate ao vivo na Jovem Pan: 'Cansei'

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O comentarista Rodrigo Constantino desligou a câmera e abandonou um debate ao vivo na Jovem Pan após ter o nome associado ao presidente Jair Bolsonaro (PL) pelo comentarista Leonardo Grandini, nesta quarta-feira (16).

Grandini disse a Constantino que não é incoerente como ele e que rompeu com vários dirigentes nacionais do PT na época de "censura" a Jovem Pan. "Ao contrário de você que é puxa-saco de presidente da República, eu não puxo o saco de ninguém", disse Grandini.

Constantino interrompeu a fala do comentarista e pediu para o apresentador continuar o programa porque não era obrigado a ouvir o colega. "Cansei, cansei. Avisa o Tutinha [dono da emissora] que eu cansei", disse e, em seguida, desligou a câmera.

O apresentador interrompeu o programa e disse: "Só um minuto, deixa eu ir para um rápido intervalo comercial porque nós estamos precisando."

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da Jovem Pan disse que não vai comentar o assunto e que Constantino continua na emissora.

Nas redes, Constantino comentou o que tinha acontecido na Jovem Pan e disse que tudo tem limite na vida. "Eu estudo, eu tenho bagagem, eu gosto de debater a sério. Aí vem um moleque que tava com broche do ladrão fazendo campanha com o Dirceu me chamar de puxa-saco de presidente? Chega! Eu não preciso disso na minha vida. Querem treta de boteco, chamem outro."

O jornalista Guga Chacra (Globonews) zombou do comentarista. "Oi, Rodrigo. O que houve? Brigou no bar do condomínio em Boca Raton, na Flórida?, questionou Guga. Outro internauta disse que Grandini tem razão. "Assistimos nos últimos anos Jair Bolsonaro fazer inúmeros erros que nos colocaram nessa situação e nunca ouvi uma crítica sua, aliás você fez um contorcionismo para dizer que o ruim é bom."