Rodrigo Constantino é contratado pela RedeTV! para programa de Lacombe

·2 minuto de leitura
O jornalista também foi desligado da Jovem Pan (Foto: Reprodução/YouTube)
Rodrigo Constantino (Foto: Reprodução/YouTube)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após ser demitido da Jovem Pan e da Record por comentários sobre o caso da jovem Mariana Ferrer, Rodrigo Constantino foi contratado pela RedeTV!. Segundo comunicado da emissora, ele vai integrar o time de comentaristas fixos do programa Opinião no Ar, e fará participações nas demais plataformas de conteúdo do canal.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"Eu não poderia estar mais animado com uma parceria. Afinal, vou dividir a bancada com jornalistas por quem tenho o maior respeito, como Lacombe, Silvio Navarro, e numa emissora que já deu todas as provas de coragem e independência. Tenho certeza de que teremos muitos debates construtivos, levando informação e opinião de qualidade ao público da RedeTV!", disse Constantino.

Leia também

No início de novembro, em transmissão ao vivo em seu canal no YouTube, o jornalista afirmou que, caso a própria filha sofresse um abuso em condições semelhantes às descritas pela influenciadora digital Mariana Ferrer, ele não denunciaria o homem e a deixaria de castigo. "Eu vou dar esporro na minha filha, que alguma coisa ali ela errou feio", afirmou. "E eu devo ter errado pra ela agir assim."

"Se minha filha chegar em casa, isola [ele bate na madeira]... Mas se a minha filha chegar em casa – e eu dou boa educação para que isso não aconteça, mas a gente nunca controla tudo – , se ela chegar em casa um dia dizendo: 'Pai, fui para uma festinha, ah, fui estuprada'. [Eu perguntaria]: 'Me dá as circunstâncias'. 'Ah, fui para uma festinha, eu e três amigas, tinha 18 homens, nós bebemos muito e eu estava ficando com dois caras, e eu acabei dormindo lá e eu fui abusada'."

"Ela vai ficar de castigo feio e eu não vou denunciar um cara desses para a polícia", disse. "É um comportamento absolutamente condenável. Só que a gente não pode mais falar essas coisas hoje em dia. Que existe mulher decente também ou piranha. Porque eu acabei de falar que o homem que faz uma coisa dessas não é decente, mas não existe também a ideia de mulher decente? As feministas querem que não. Por quê? Porque feminista é tudo recalcada, ressentida e normalmente mocreia, vadia, odeia homem, odeia união estável, casamento... odeia tudo isso."

A fala do comentarista gerou revolta na internet.